Tremor de terra na Bahia foi sentido por moradores de 43 cidades; veja lista - Nossa Metrópole

Mutuípe: abalos de quase 5 graus no

Vale do Jiquiriçá e Recôncavo da Bahia…

 

Guardiões de Crivella: Funcionários também atuavam em outros eventos da agenda do prefeito do Rio de Janeiro
´…enquanto Crivella e seus Guardiões barbarizam no Rio.

ARTIGO DA SEMANA

RioBahia: abalos sísmicos, políticos (e Crivella)

Vitor Hugo Soares

Agosto do ano da pandemia sumiu na fumaça, dando espaço para setembro chegar, na Bahia, acompanhado de abalos sísmicos de quase 5 graus de intensidade, algo jamais anotado “no país sem terremotos”. Do epicentro em Mutuípe, no sossegado Vale do Jiquiriçá, ao Recôncavo baiano e até Salvador, somados a tremores políticos e institucionais de estragos em expansão, e ainda impossíveis de avaliar em todos os estragos  e consequências,  principalmente no Rio de Janeiro do afastado governador Wilson Witzel, por indícios de práticas de desvio e malfeitos na saúde. Enquanto isso, o prefeito Marcelo Crivella toca o terror e ameaça liberdades democráticas e de livre expressão, ao leme torto de sua barca  de insensatos e bem remunerados espertalhões.

Vários deles já identificados, –  graças a ágil e exemplar trabalho de investigação jornalística – e apresentados ao julgamento moral da sociedade carioca,  fluminense, brasileira e de boa parte do mundo, que se revela surpreendida e indignada com a ousadia dos marginais em ação, mostrados  na TV. Alguns dos denominados “Guardiões do Crivella”, à soldo com dinheiro público,  sacado “do butim” da dita falida prefeitura a: capiaus, arrivistas e paus mandados, encarregados de perturbar cidadãos e fazer grosseiras provocações a profissionais de imprensa, no exercício de seu trabalho, na frente das casas de saúde. Impedindo jornalistas de mostrar fatos e informar sobre mazelas e irregularidades administrativas  em tempo de Covid-19. Uma vergonha internacional exposta a céu aberto. E tem mais, muito mais, para quem acha pouco tudo isso:
Em Brasília, o ministro Dias Toffolli arruma as malas e faz os derradeiros movimentos na presidência do Supremo Tribunal Federal, antes de encerrar, dia 15, sua tão polêmica quanto desastrada e opaca passagem pelo comando da corte maior da justiça do Brasil. E será a vez do ministro Luís Fucs –  bom aluno da escola de Joaquim Barbosa, no tempo do Mensalão, – comandar o STF. A conferir.

 No Palácio do Planalto, enquanto “o circo pegava fogo”, o presidente Jair Bolsonaro ria e fazia piadas, das desgraças dos inimigos, com sua claque habitual de velhos adeptos e novos amigos do peito do Centrão. E seguia fazendo ouvido de mercador para a pergunta que o deixa à beira de um ataque de furor: “por que Queiroz depositou R$87.000 na conta de Michelle Bolsonaro, primeira dama do Brasil?”. Até sentir a fisgada da pedra na bexiga, “do tamanho de um caroço de feijão”, que lhe causou forte mal estar e abatimento, no começo da semana, e o levou a procurar atendimento médico de urgência, sendo recomendado submeter-se a uma cirurgia para remover o cálculo.

Para culminar, o procurador federal, Deltan Dallagnol – sob pressão e acossado por quase todos os lados do poder, a começar pelo PGR, Augusto Aras – na terça-feira, alegando graves motivos de saúde em sua família, deixa a chefia jurídica e liderança política da força-tarefa da Lava Jato no Paraná. O país perde, assim, o segundo maior nome referencial do combate a corruptos e corruptores (na política, na administração pública e nos negócios) depois do ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro. Precisa desenhar?

Neste enfezado começo de setembro, de passagem por Brasília, Rio, Curitiba ou Salvador, o irônico viajante francês diria com os seus botões: “Amaldiçoado seja aquele que pensar mal dessas coisas!!!”. 

Vitor Hugo Soares é jornalista, editor do site blog Bahia em Pauta. E-mail: vitors.h@uol.com.br     

“L-O-V-E”, Nat King Cole: um clássico sucesso mundial da música norte-americana, aqui em fabulosa performance interpretativa do imbatível e inimitável Cole, em registro remasterizado de gravação de 2004. Um estouro! Confira!!!

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

 

Eleições 2020: PDT ainda sem rumo em Recife
 

O PDT adiou pela segunda vez a convenção partidária na qual será anunciado o posicionamento do partido na corrida deste ano pela Prefeitura de Recife.

Inicialmente marcado para 1º de setembro, o evento foi adiado para o dia 8 e, agora, empurrado um pouco mais para frente: 16 de setembro.

 O partido ainda não decidiu se encara uma candidatura própria, com o deputado federal Túlio Gadêlha — o namorado de Fátima Bernardes — ou apoia a candidatura do também deputado federal João Campos (PSB).

“A decisão será dele [Túlio Gadêlha]”, disse a O Antagonista o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

Internamente, a pedetista Isabella de Roldão, ex-secretária municipal de Habitação, também quer a eventual vaga da legenda.

DO CORREIO BRAZILIENSE

Solicitação foi feita depois de pedido de demissão coletivo de sete procuradores que atuavam na força-tarefa do estado

ST
Sarah Teófilo
 

 (foto: Roberto Jayme/ Ascom /TSE)

(foto: Roberto Jayme/ Ascom /TSE)

Após debandada de procuradores da força-tarefa da Lava-Jato de São Paulo, o vice-procurador-geral da República (PGR), Humberto Jacques, solicitou nesta quinta-feira (3/9) explicações à chefe da força-tarefa no Estado, a procuradora Viviane Martinez, sobre providências que podem ser adotadas pela instituição em relação ao futuro da Operação, “com os objetivos de garantir a continuidade das investigações, equacionar o acervo e evitar prescrições”.

O pedido também foi feito à 5ª Câmara de Coordenação e Revisão (que cuida dos casos de combate à corrupção) e à Corregedoria do MPF. Ao falar sobre a saída coletiva de sete procuradores da força-tarefa de São Paulo, Jacques disse que, embora “se trate de um revés, não há possibilidade de não acolhida dos pleitos”. De acordo com o vice-PGR, o órgão busca uma solução que não prejudique a continuidade dos trabalhos, “até mesmo pelo risco de prescrição, que é permanente em matéria penal”.

Em ofício curto, de duas páginas, assinado na última quarta-feira (2) e encaminhado ao PGR, Augusto Aras, grupo de sete procuradores pediram o desligamento alegando “incompatibilidades insolúveis com a atuação da procuradora natural dos feitos da referida força-tarefa, dra. Viviane de Oliveira Martinez”. No documento eles citaram uma sindicância, afirmando que os problemas já foram expostos à corregedoria-geral do MPF em procedimento que está aberto.

set
05

CORREIO BRAZILIENSE

Nas últimas semanas, os itens que mais encareceram foram os alimentos da cesta básica, como arroz, leite óleo de soja e feijão

IS
Ingrid Soares
 

 (foto: Marcos Correa/PR)

(foto: Marcos Correa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (4/09) que se reunirá com donos de mercado e representantes para discutir sobre a alta do preço em itens da cesta básica como arroz e feijão. O chefe do Executivo pediu “sacrifício e patriotismo” ao setor. A declaração ocorreu durante conversa com apoiadores no interior de São Paulo, em Eldorado Paulista.

Bolsonaro ressaltou, no entanto, que apostará no diálogo e não na “canetada”. “Está subindo arroz, feijão? Só para vocês saberem. Já conversei com intermediários. Vou conversar logo mais com a associação de supermercados para ver se a gente…. não é no grito, ninguém vai dar canetada em lugar nenhum… porque veio o auxílio emergencial, o pessoal começou a gastar um pouco mais, muito papel na praça, a inflação vem. Então estou conversando para ver se os produtos da cesta básica aí… Estou pedindo um sacrifício, patriotismo para os grandes donos de supermercados para manter na menor margem de lucro”, explicou.

O presidente ainda completou: “Ninguém pode trabalhar de graça. Mas a melhor maneira de controlar a economia é não interferindo. Porque se interferir, dar canetada, não dá certo”, concluiu.

Nas últimas semanas, os itens que mais encareceram foram os alimentos da cesta básica, como arroz, leite óleo de soja e feijão. De acordo com o IBGE, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) variou 0,23% em agosto, após ter registrado 0,30% em julho. No ano, o IPCA-15 acumula alta de 0,90% e, em 12 meses, de 2,28%, acima dos 2,13% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em agosto de 2019, a taxa foi de 0,08%.

Ainda em passagem por Eldorado Paulista, Bolsonaro reencontrou hoje o homem que o ensinou a dirigir trator e jipe aos 12 anos de idade. O chefe do Executivo postou imagens nas redes sociais abraçando o senhor Alcides, de 87 anos. Os dois estavam sem máscara em meio a aglomeração.

set
05
Posted on 05-09-2020
Filed Under (Artigos) by vitor on 05-09-2020


 

Jorge Braga, NO JORNAL

 

set
05
Posted on 05-09-2020
Filed Under (Artigos) by vitor on 05-09-2020

DO EL PAÍS

O cantor, que quis ser jogador de futebol e acabou virando astro do reggaeton, bate recordes no YouTube com uma nova canção supostamente dedicada a uma ex-namorada que agora está com o craque brasileiro

Bogotá Maluma, convidado de honra do aniversário de Neymar.Maluma, convidado de honra do aniversário de Neymar.

Os caminhos do sucesso para uma canção hoje em dia parecem estar inevitavelmente ligados à polêmica. E Hawái, do cantor colombiano Maluma, teve a melhor exposição possível em seu lugar natural: as redes sociais. A canção do famoso artista de reggaeton de 26 anos, que fala de Instagram, publicações nas redes, ex-namoradas, férias e mentiras, virou tema da Champions League, com direito a Neymar cantando-a, e agora se transformou em uma das mais executadas e vistas dos últimos dias, com 116 milhões de visualizações no YouTube e o segundo lugar na parada global do Spotify.

Nesta quarta-feira, o colombiano fez o lançamento mundial de seu novo álbum, Papi Juancho, no qual essa canção está incluída, cujo refrão já não para de tocar: “Talvez não te falte nada, aparentemente nada, Havaí nas férias, meus parabéns, muito lindo no Instagram o que você posta, para que eu veja como você está indo”. Uma música supostamente dedicada à sua ex-namorada Natalia Barulich, que agora se relaciona com o próprio Neymar, astro brasileiro do Paris Saint-Germain. Nesta quarta-feira, o jogador anunciou que deu resultado positivo para a covid-19.

A polêmica sobre Hawái começou há duas semanas, durante a semifinal da Champions, e não parou mais. Primeiro foi Neymar, o jogador de futebol mais caro do PSG, comemorando a vitória naquele jogo e cantando em coro a canção de Maluma. Depois, o fechamento da conta do Instagram do cantor colombiano; os rumores de que estava irritado e por isso a eliminou intempestivamente, e a surpresa de seus cem milhões de seguidores, dos quais 53 milhões estão no Instagram.

Dois dias depois veio a final da Champions League, com a equipe de Neymar caindo diante do Bayern de Munique, um resultado que motivou memes e stickers que circularam pelo WhatsApp de milhões de pessoas. As supostas zombarias de Neymar a Maluma e o choro do jogador após a derrota na final terminaram vinculadas à confusão entre os dois famosos e, obviamente, ajudaram a canção a se espalhar. Agora, a modelo e dançarina que conquistou o coração dos dois famosos decidiu entrar na polêmica. Com uma foto no Instagram intitulada “Ibiza nas férias”, Natalia Barulich voltou a incendiar a rede social com uma postagem que foi interpretada como uma resposta ao seu ex.

Sobre Maluma, se sabe que começou no futebol e o trocou pela música, que seu nome artístico corresponde às primeiras sílabas dos nomes da sua mãe, Marly, do pai, Luis, e da irmã, Manuela. Que adora moda e entendeu perfeitamente o papel dela na fama, como quando desfilou para a grife Dolce & Gabanna, e também o do futebol, ao qual já estava vinculado. O colombiano associou sua voz à Copa de 2018, na Rússia, e ganhou um European Music Award da MTV, entre outros.

Seus amores também estiveram sob os holofotes. Em setembro de 2019, depois de dois anos de relacionamento, Natalia Barulich publicou um comunicado onde confirmava os rumores de rompimento: “Amo muito Juan Luis, mas neste momento precisamos dar um tempo para nós e nossas carreiras, para que possamos continuar crescendo como artistas e indivíduos”. Depois, os atritos acabaram expostos nas redes. Em janeiro, Maluma publicou em seu Instagram uma foto sorridente, sob o título: “Quando sua ex te liga pedindo para voltar”. Mas foi a resposta da sua ex-namorada que deu pano para a zoeira. Em um dos comentários, ela escreveu: “Maldição com o ex, lol”. E enquanto ela se relaciona com Neymar, Maluma foi visto em Nova York com a modelo canadense Winnie Harlow.

O novo disco

Maluma enquanto isso já está ativo de novo em sua rede social –só passou dois dias fora – e continuou promovendo a famosa canção e seu álbum, inspirado no retorno ao reggaeton da Medellín da década de 90, onde cresceu. Na quarta-feira participou da Pure Golden Hour Sessions, uma nova série de shows virtuais durante o entardecer, e apresentou também sua linha de roupas. “Esta colaboração [com uma marca de cerveja] é a expressão perfeita do que sou como pessoa, e não há melhor maneira de lançar a coleção do que com um show épico de fim do verão [boreal], estreando meus novos sucessos no contexto da hora dourada em Miami”, disse o cantor.

Papi Juancho representa uma nova etapa artística mais afastada das imagens de Maluma Baby ou do dirty boy, com as quais ficou famoso. Este quinto álbum recorda seu nome de batismo, Juan Luis Londoño Árias, e o apelido carinhoso usado pelos mais íntimos. Muitas das 22 faixas refletem um desejo de voltar às suas raízes com o reggaeton, do qual disse que tinha se distanciado ao “se tornar um artista mais pop”.

E embora Hawái tenha atraído todos os holofotes, o cantor cita Medallo City como uma das mais importantes do disco. “É um trap com salsa”, disse à imprensa local. Mas vai além: é uma canção em parlache, como se conhece a gíria local que muda a ordem das sílabas nas palavras e é a oportunidade para homenagear a sua cidade: “Que Medallo [Medellín] não é Pablo Escobar, há uma história melhor para contar”, canta Maluma, que convidou músicos que admirava para cada uma das faixas do álbum.

O isolamento por causa da quarentena, segundo ele, foi imprescindível na criação do disco. “2020, um ano difícil, mas somos positivos. O disco mais filho da puta”, diz num refrão, e possivelmente não só pela pandemia do coronavírus, mas também porque suas relações afetivas andam no centro dos olhares. Além de Hawái, mas também ADMV (Amor de Mi Vida), uma balada romântica, que faz parte do álbum, fala dos amores que “são para toda a vida e que, quando o tempo passa, temos que dizer adeus”, como contou ao jornal El Tiempo.

  • Arquivos

  • setembro 2020
    S T Q Q S S D
    « ago    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930