set
04
Postado em 04-09-2020
Arquivado em (Artigos) por vitor em 04-09-2020 00:11

 

Fachin mantém em Curitiba caso de planilha com suposta propina para Maia e Alcolumbre
 

O ministro Luiz Edson Fachin negou pedido para avocar para o Supremo o processo sobre uma planilha que descreve doações da Odebrecht e do Grupo Petrópolis a políticos, entre eles Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre.

Fachin negou pedido do empresário Roberto Luís Ramos Fontes Lopes, um dos alvos do processo, para suspender a ação e enviar os autos ao STF. Ele reclamava que a 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba não poderia ter recebido uma denúncia contra ele porque autoridades com prerrogativa de foro foram citadas no caso.

 Mas o ministro considerou que não há urgência que justifique a concessão do pedido. Na decisão de hoje, Fachin disse que o STF já se declarou incompetente para julgar esse caso e enviou os autos para a Justiça Eleitoral do Distrito Federal.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2020
    S T Q Q S S D
    « ago    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930