set
03

A mestra mineira foi uma das fundadoras da Associação Nacional de Escritores, e autora de diversos livros de poesia

MM
Mariana Machado
 

 (foto: Barbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)

(foto: Barbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)

O Distrito Federal se despede de mais uma pioneira. Morreu, na tarde de terça-feira (1º/9), a professora e poeta Lina Tâmega Peixoto, aos 89 anos de idade. O morte foi comunicado pelo presidente da Associação Nacional dos Escritores (ANE), Fábio de Sousa Coutinho.

Natural de Cataguases, em Minas Gerais, Lina chegou ao DF quando Brasília era construída, em 1958. Três anos mais tarde, se juntava a outros escritores para fundar a ANE. Formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), ela também fez parte da Academia de Letras do Brasil, e Pen Clube do Brasil.

Em nota de pesar, Fábio Coutinho lamentou a morte. “Lina foi poeta de recursos extraordinários, com meia dúzia de livros publicados, de superlativa qualidade literária. Sua presença nas atividades da ANE era uma constante que a todos enchia de satisfação e alegria.”

Entre as obras da autora, estão Alinhavos do tempo, Os bichos da vó, e Entre desertos. “Ela deixa o filho, Marcelo, e a neta, Mônica, e, em suas dezenas de amigos e admiradores, um forte sentimento de saudade, admiração e gratidão pelo privilégio de convívio tão enriquecedor, ao longo de tantas décadas”, declarou o presidente da ANE.

Lina será sepultada no cemitério Campo da Esperança da Asa Sul, na manhã de quinta-feira (3/9). O velório terá início às 8h30, na Capela 6, e o enterro está marcado para as 10h30.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2020
    S T Q Q S S D
    « ago    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930