jul
18
Postado em 18-07-2020
Arquivado em (Artigos) por vitor em 18-07-2020 00:10

“Ao contrário do informado em sites e blogs noticiosos na manhã dessa sexta-feira (17), a Procuradoria-Geral da República (PGR) esclarece que não há pedido para a realização de busca e apreensão no escritório da advocacia da esposa do ex-juiz Sergio Moro, Rosângela Moro. Segundo informa o gabinete do procurador-geral da República, Augusto Aras, tal medida jamais foi cogitada uma vez que não há razão a sustentar a adoção de tal procedimento”, diz a nota.

A suspeita de que Rosângela poderia ser alvo da medida surgiu depois que a PGR voltou a se interessar em fechar um acordo de delação com o advogado Rodrigo Tacla Durán, para atingir Moro.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos