“Sertaneja”, Carlos Jose:um tributo de muita saudade a este notável cantor de música romântica – dono de grandes sucessos nos anos 50/60 – e por décadas mais – que gostava de ser chamado de “o último seresteiro”- e cuja voz este editor do BP começou a ouvir e admirar na infância, através do serviço de alto falante da cidade de Santo Antonio da Glória, apresentado por Zé Layete, um locutor imortal. A exemplo do canto de Carlos José.

BOM DIA. FELIZ DIA DAS MÃES.

(Vitor Hugo Soares)   

Be Sociable, Share!

Comentários

Vanderlei on 10 Maio, 2020 at 16:55 #

Excelente cantor e bela voz. Também marcou minha juventude na década de 60. Que descanse em paz, pois deixou uma importante seleção musical nossa Música Popular Brasileira.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos