maio
07
Postado em 07-05-2020
Arquivado em (Artigos) por vitor em 07-05-2020 00:13

A Folha relata que, dias depois da demissão de Sergio Moro, o presidente Jair Bolsonaro teria dito a interlocutores que o ex-ministro é “candidatíssimo” ao Palácio do Planalto, em 2022.

Bolsonaro também teria afirmado que, uma vez nomeado para o STF, Moro usaria a cadeira de ministro do Supremo como palanque eleitoral, votando contra matérias de interesse do Planalto.

A realidade é que Bolsonaro está empurrando Moro para a candidatura ao Planalto.

Ainda de acordo com jornal, o presidente teria “aventado a hipótese” de Moro atuar pela condenação de Flávio Bolsonaro, no esquema de rachadinha no Rio de Janeiro, e “pudesse avançar” sobre Carlos Bolsonaro, que está na mira do inquérito sigiloso aberto pelo STF no ano passado, por causa da divulgação de fake news.

A verdade é que Bolsonaro não pode viver sem um inimigo imaginário próximo a ele.

Quanto ao 02,  o que se pode dizer é que o presidente tem de ter medo mesmo é de Alexandre de Moraes.

Be Sociable, Share!

Comentários

Vanderlei on 7 Maio, 2020 at 0:23 #

O Juiz Sérgio Moro conseguiu o INUSITADO. Uma nova república no mundo. A “República de Curitiba”. O que não dá para entender é como ele tendo uma república, não saiu no Ministério da Justiça, agradecendo a oportunidade de ter participado do governo, partindo em seguida para encontrar os Curitibanos, de sua República, e aos demais brasileiros pela mídia, desejando sucesso ao Presidente Bolsonaro, e que caso isto não ocorresse, poderia marcar com ele, Bolsonaro, um encontro nas urnas das eleições de 2022. Nada como um bom “tapa de luvas de pelica”.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos