Macaque in the trees
Cronista brasileiro sofreu um infarto em seu apartamento (Foto: Divulgação)

Considerado um dos maiores escritores do Brasil, Rubem Fonseca morreu na tarde desta quarta-feira (15), aos 94 anos, no Rio de Janeiro. O cronista sofreu um infarto em seu apartamento, no Leblon. Ele chegou a ser socorrido e levado para o hospital Samaritano, mas não resistiu. Até o momento não foram divulgadas informações sobre o funeral.

“Partiu aquele que não se entregou ao sistema, não se vendeu, vaidade zero. Um grande homem. As bibliotecas estão tristes. Ele era tão incrivelmente independente, que, sendo do grupo de risco, até para o coronavírus deu uma banana, foi morrer de infarto”, diz a escritora Lavínia, colunista do JB e vizinha do autor.

Rubem Fonseca é um dos grandes nomes da literatura nacional, principalmente por conta de seus contos. Entre os clássicos de sua carreira, estão Feliz Ano Novo (1976), A Cólera do Cão (1963) e O Cobrador (1963). Sua obra mais recente foi Carne Crua (2018).

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos