mallarmargens: 4 sonetos e 2 odes de Florisvaldo Mattos
 
 
 Paulo Martins está com Tania Miranda.
 
 VIVA O POETA FLORISVALDO MATTOS

O galo ainda não tinha cantado na Bahia quando, do lado de cá do mundo, em Lisboa, começávamos os preparativos para festa do querido amigo Florisvaldo Mattos, que hoje completa 88 anos.

As panelas já estão no fogo, os vinhos verdes do Douro na geladeira e os tintos apenas resfriando, pois se aproxima a hora do brinde.

Já no gole de teste, o deus da inspiração, o velho Baco de nossos corações, que nos guia a ambos desde datas imemoriais, veio em meu socorro e logo nasceu o soneto abaixo, em homenagem deste dileto bardo, um dos maiores do Brasil, orgulho de nossa Bahia, orgulho de todos os seus amigos.

Que a saúde contemple o nosso querido poeta por muitos e muitos anos ainda, para que possamos desfrutar de sua preciosa amizade e de sua poesia, cada vez mais rica e mais deslumbrante. Que os orixás da Bahia se reúnam para festejá-lo e todos os seus amigos e familiares compareçam, mesmo à distância de seus confinamentos, para lhe trazer alegria, felicidade e conforto.

SONETO DE UMA FESTA VIRTUAL
Ao amigo e poeta Florisvaldo Mattos
em tempos de quarentena

Nesses dias insípidos e insanos
De quarentena e de medo da morte
Lembrei de alguém de venturosa sorte
Que hoje completa oitenta e oito anos!

É uma grande efeméride na corte
De Dioniso, que nunca foi vegano
Ou abstêmio, mas um veterano
De queijos e de vinhos, que são o seu forte.

Nesta casa onde nunca estou sozinho
Preparo, então, meus pratos e meu vinho
P’ra compartir degustações e olfatos

Com todos os que estão a esperar
A preciosa hora de brindar:
?? Viva o Poeta Florisvaldo Mattos!

Lisboa, 8 de abril de 2020

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos