“Sempre se pode Sonhar, Leila Pinheiro e Eduardo Gudin: Dois nomes, dois monumentos da música popular. Aqui em clip do álbum antológico “Prá Iluminar2009” , gravado ao vivo no Teatro Fecap, em São Paulo.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

=========================================
SEMPRE SE PODE SONHAR
(Eduardo Gudin)
Saí antes do dia amanhecer
Deixei Adoniran me consolar
Senti tanta tristeza me envolver sem reagir
Lutei para esquecer aquele mal e perdoar
Talvez quando a verdade aparecer
A dor faça você me procurar
Porém a luz maior de um bem querer
Quando se apaga é pra valer
E não acende nunca mais
Meu samba fala em adeus, sim
Mas também pode ocultar
Um sonho que se perdeu, e
Sempre se pode sonhar
Guarda uma estela que um dia pousou
Em minha vida que já não brilha mais
E minhas mãos vazias
Talvez quando a verdade aparecer
A dor faça você me procurar
Porém a luz maior de um bem querer
Quando se apaga é pra valer
E não acende nunca mais
Meu samba fala em adeus, sim
Mas também pode ocultar
Um sonho que se perdeu, e
Sempre se pode sonhar
Guarda uma estela que um dia pousou
Em minha vida que já não brilha mais
E minhas mãos vazias
Saí antes do dia amanhecer.
MÚSICOS:
Baixo acústico – Zeca Assumpção
Cavaquinho, bandolim – Milton Mori
Cello – Júlio Ortiz
Violão, Vocais – Eduardo Gudin
Bateria, Agogô, Ganzá – Celso Almeida
Percussão – Guello
Piano – Fábio Torres
Bandolim, Afonso Machado
Contrabaixo, Maurício Oliveira
Surdo – Pirulito
Teclado, David Feldman
Saxofone tenor, alto Saxofone, Soprano Saxofone, Flauta – Teco Cardoso
Vocais, Piano, – Leila Pinheiro

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos