“As duas flores”, Carlos Lyra: A poderosa poesia de Castro Alves, musicada por Antonio Adolfo e lindamente interpretada por Carlos Lyra em mistura de modinha e bossa nova, para acompanhar a Caravana Edivaldo Boaventura, organizada pela Academia de Letras da Bahia (sob firme e realizadora gestão de Joaci Góes), qua amanhã, sábado,14, data comemorativa do aniversário de nascimento do poeta magistral da Bahia, visitará a casa onde Castro Alves nasceu, em Muritiba. Todos os vivas e honras neste tributo musical do BP.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

=======================================

Duas Flores

Carlos Lyra e Antonio Adolfo (música)

Castro Alves (Poesia)

São duas flores unidas

São duas rosas nascidas,
Talvez do mesmo arrebol
Vivendo no mesmo galho
Da mesma gota de orvalho
Do mesmo raio de sol

Unidas bem como as penas
Das duas asas pequenas
De um passarinho do céu
Como um casal de rolinhas
Como a tribo de andorinhas
Na tarde no frouxo véu

Unidas bem como os prantos
Que em parelhas descem tantos
Da profundeza do olhar
Como o suspiro e o desgosto
Como as covinhas do rosto
Como as estrelas do mar

Unidas ai quem pudera
Numa eterna primavera
Viver qual vive esta flor
Juntai as rosas da vida
Na rama verde e florida
Na verde rama do amor

Be Sociable, Share!

Comentários

Vanderlei on 13 Março, 2020 at 21:49 #

Maravilha! Confesso que não conhecia esta gravação. Também pudera. Juntos Castro Alves, Carlos Lira e Antonio Adolfo.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos