“Propaganda ideológica esquerdista não terá lugar na nossa gestão”

Em entrevista à Gazeta do Povo, o secretário especial de Cultura, Roberto Alvim, disse que em sua gestão a obra de arte “não será mais reduzida a um veículo de propaganda ideológica”.

“Quem quer fazer do teatro, do cinema, das artes plásticas um veículo ideológico esquerdista não terá lugar na nossa gestão. Poderá fazê-lo perfeitamente com dinheiro próprio e outras fontes, já que há uma série de instituições no Brasil que preconizam a propagação de uma agenda ideológica esquerda em seus patrocínios. Agora, o governo federal vai devolver a obra de arte ao lugar da obra de arte. O conceito de obra de arte foi vilipendiado no Brasil durante as últimas décadas e nós estamos trabalhando para a retomada, para o renascimento do conceito de obra de arte

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2019
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031