dez
22

 

‘Fonte da Rampa do Mercado’ ou ‘Monumento à Cidade de Salvador’ foi construído na década de 1970 e ficava na Praça Cayru, em frente ao Elevador Lacerda.

Por G1 BA

Incêndio destrói Monumento à Cidade de Salvador, cartão postal da capital baiana

Incêndio destrói Monumento à Cidade de Salvador, cartão postal da capital baiana

A ‘Fonte da Rampa do Mercado’ ou ‘Monumento à Cidade de Salvador’, como é conhecida uma das mais emblemáticas obras do artista baiano Mário Cravo Júnior, foi destruída por um incêndio na tarde deste sábado (21).

Localizada na Praça Cayru, entre o Elevador Lacerda e a Baía de Todos-os-Santos, no bairro do Comércio, a escultura era uma das mais conhecidas do artista e um dos principais cartões-postais da capital baiana. A obra foi construída na década de 1970 e era formada por fibra de vidro. Incêndio destrói monumento feito por Mário Cravo Júnior no bairro do Comércio, em Salvador — Foto: Vanderson Nascimento/TV Bahia

Incêndio destrói monumento feito por Mário Cravo Júnior no bairro do Comércio, em Salvador — Foto: Vanderson Nascimento/TV Bahia

Após o incêndio, restaram apenas as estruturas de metal que sustentavam a fibra. Todo o resto foi consumido pelo fogo. Ainda não se sabe o que provocou o incêndio.

Vídeos feitos por pessoas que passavam no local mostram a intensidade das chamas. Além do fogo alto, muita fumaça se formou no local. [Assista ao vídeo abaixo]

 
Vídeo 2 - Monumento do artista plástico Mário Cravo é atingido por incêndio em Salvador

Vídeo 2 – Monumento do artista plástico Mário Cravo é atingido por incêndio em Salvador

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia esteve na praça onde fica o monumento, mas, segundo testemunhas, o fogo apagou antes mesmo da ação, depois de destruir a fibra.

A área ao redor do monumento está em manutenção, e, por isso, estava fechada com tapumes. Quando os bombeiros militares chegaram no local, parte do material foi removido para permitir a aproximação.

 Como era a Fonte da Rampa do Mercado ou Monumento à Cidade do Salvador, de Mário Cravo, no Comércio — Foto: Luana Almeida

Como era a Fonte da Rampa do Mercado ou Monumento à Cidade do Salvador, de Mário Cravo, no Comércio — Foto: Luana Almeida

Em nota, a Prefeitura de Salvador lamentou o caso e informou que vai reconstruir o monumento, por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), que é ligada à Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

Segundo o comunicado, o projeto original da obra será usado para a reconstrução. O material será doado pela família de Mário Cravo Júnior para a Prefeitura.

Na nota, a Prefeitura informou ainda que está à disposição dos bombeiros e da polícia para auxiliar nas investigações sobre as causas do incêndio.

Além de ser enviado para a imprensa, o teor do comunicado foi publicado nas redes sociais pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

Legado de Mário Cravo Júnior em Salvador

Mário Cravo Júnior morreu em Salvador aos 95 anos, no dia 1º de agosto de 2018, em decorrência de falência múltipla dos órgãos, após uma pneumonia.

O artista tinha 95 anos e era o último modernista baiano vivo. Com obras eternizadas em museus e espaços abertos no Brasil e no exterior, ele deixou um verdadeiro legado em Salvador.

 

Monumento da Cruz Caída, em Salvador — Foto: Alan Oliveira/G1 Monumento da Cruz Caída, em Salvador — Foto: Alan Oliveira/G1

Monumento da Cruz Caída, em Salvador — Foto: Alan Oliveira/G1

Monumentos feitos por ele estão em pontos turísticos, no centro e na orla da cidade, e em avenidas e prédios públicos. Cada obra com formatos e representatividades diferentes.

Além do monumento destruído neste sábado, há também “A cruz caída”, que fica na Praça da Sé, no centro da cidade. Bem próximo do Elevador Lacerda, o ponto é um dos locais mais visitados por turistas, que usam a obra como cenário para fotos.Cabeça de Ruy Barbosa, de Mário Cravo, instalada no Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré — Foto: Luana Almeida Cabeça de Ruy Barbosa, de Mário Cravo, instalada no Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré — Foto: Luana Almeida

 

Cabeça de Ruy Barbosa, de Mário Cravo, instalada no Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré — Foto: Luana Almeida

No Fórum de Nazaré, também no centro de Salvador, está a escultura em homenagem a Ruy Barbosa. O monumento tem o formato da cabeça do escritor e foi instalado em uma peça de mármore.

Já na praia de Itapuã, eternizada nas obras de diversos artistas, fica a estátua de uma sereia. O monumento é um dos pontos mais visitados da região.

 

Memorial a Clériston Andrade, de Mário Cravo, na Av. Anita Garibaldi — Foto: Luana Almeida Memorial a Clériston Andrade, de Mário Cravo, na Av. Anita Garibaldi — Foto: Luana Almeida

Memorial a Clériston Andrade, de Mário Cravo, na Av. Anita Garibaldi — Foto: Luana Almeida

Na Avenida Garibaldi, um dos pontos de maior circulação da cidade, está o memorial a Clériston Andrade. Imponente, o monumento, que tem o formato da letra C, de Clériston, chama a atenção de quem passa pelo local.

Por fim, no bairro de Pituaçu, fica o “Parque das Esculturas”, onde existe o acervo do artista com cerca de três mil obras. Entre elas, a “Via Crucis”.

Mário Cravo Júnior

 

mario cravo jr — Foto: Divulgação mario cravo jr — Foto: Divulgação

mario cravo jr — Foto: Divulgação

Nascido em Salvador, Mário Cravo Júnior ainda era estudante do internato do Colégio Antônio Vieira quando descobriu a habilidade para o desenho. Mais tarde, desenvolveu o gosto pela escultura.

Foi estudar no Rio de Janeiro e, depois, nos Estados Unidos. Quando voltou ao Brasil, fez parte da primeira geração de artistas modernistas da Bahia. Tornou-se um especialista em monumentos.

Em mais de 70 anos de atividade profissional, Mário Cravo Júnior foi premiado nacional e internacionalmente, e foi um dos artistas plásticos que mais estimulou e valorizou os elementos da cultura popular para produzir arte.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2019
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031