DO EL PAÍS

Presidente norte-americano tuitou que ambos tiveram uma “ótima conversa”, que incluiu comércio exterior, e que a relação entre Brasil e EUA “nunca esteve tão forte”

Jair Bolsonaro entre o chanceler Ernesto Araújo e o assessor especial da Presidência Filipe Martins.
Jair Bolsonaro entre o chanceler Ernesto Araújo e o assessor especial da Presidência Filipe Martins.Reprodução Facebook

A ameaça do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de sobretaxar o aço e o alumínio brasileiros não durou mais de um mês. E tudo o que ele precisava para desistir da ideia era conversar com o colega Jair Bolsonaro. Pelo menos nas palavras do próprio Bolsonaro. O presidente brasileiro anunciou nesta sexta-feira, em uma live no Facebook, que se entendeu sobre o assunto com o líder norte-americano. “Ele se convenceu dos meus argumentos e decidiu dizer a nós todos, brasileiros, que o nosso aço e o nosso alumínio não serão sobretaxados. Repito: não serão sobretaxados”, anunciou Bolsonaro.

Vestindo uma camiseta da seleção de futebol do Catar e escoltado pelo chanceler Ernesto Araújo e o assessor especial da Presidência para assuntos internacionais Filipe G. Martins, Bolsonaro aproveitou para destacar sua “amizade pessoal” e simpatia por Trump, que retribuiu a gentileza por meio de seu perfil no Twitter: “Acabo de ter uma ótima conversa telefônica com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Conversamos sobre vários assuntos incluindo comércio exterior. A relação entre Estados Unidos e Brasil nunca esteve tão forte”.

Quando a sobretaxa foi anunciada para Brasil e Argentina, no início de dezembro, o Instituto do Aço Brasil criticou a decisão, baseada, segundo Trump, na desvalorização deliberada dos câmbios brasileiro e argentino. Meses antes, em agosto, o Governo norte-americano havia flexibilizado as importações destes metais ? as companhias dos EUA que negociassem aço brasileiro não precisariam pagar 25% a mais sobre o preço ginal desde que comprovassem a ausência de matéria-prima no mercado interno.

 

Os EUA são o maior destino do aço brasileiro. De acordo com o Instituto Aço Brasil, o mercado norte-americano recebeu 6,6 milhões de toneladas das 16 milhões de toneladas de produtos siderúrgicos exportados pelo Brasil em 2018. Das 119.500 toneladas de alumínio exportadas pelo Brasil de janeiro a outubro deste ano, quase a metade, 52.000 toneladas, foi para os Estados Unidos.

Nesta sexta, Bolsonaro destacou que, na época do anúncio de Trump, “não aceitamos a provocação de uma reação imediata contra o Governo americano”. Na live, o presidente brasileiro reclama ainda dos “ataques da mídia” recebidos quando o homólogo norte-americano anunciou a sobretaxa ? mais cedo, o presidente havia se desentendido com jornalistas novamente durante entrevista coletiva, e chegou a dizer que um deles tinha uma “cara de homossexual terrível”, além de mandar outros “ficarem quietos”.

A irritação de Bolsonaro foi uma reação aos questionamentos sobre a investigação acerca de seu filho Flavio Bolsonaro. Hoje senador, Flavio é investigado por conta da suspeita da prática de “rachadinha” ? embolsar dinheiro do salário de seus funcionários ? quando era deputado estadual pelo Rio de Janeiro. Questionado sobre se tinha recibos do empréstimo de 40.000 reias que alega ter feito a Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flavio e um dos pivôs das suspeitas acerca do suposto esquema do gabinete do então deputado estadual, Bolsonaro explodiu: “Pergunta para tua mãe o comprovante que ela deu pro teu pai, tá certo?”

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2019
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031