DO EL PAÍS

Rubro-negros resistiram até a prorrogação, mas o brasileiro marcou o gol da vitória na decisão no Catar

Roberto Firmino fez o gol da vitória do Liverpool no Mundial.
Roberto Firmino fez o gol da vitória do Liverpool no Mundial.IBRAHEEM AL OMARI / REUTERS (Reuters)
 

O Liverpool frustrou os sonhos do Flamengo, bateu o time brasileiro por 1 a 0 com gol de Roberto Firmino e conquistou o Mundial de Clubes da FIFA 2019. A equipe rubro-negra fez um jogo de igual para igual enquanto conseguiu, mas cedeu aos campeões europeus na prorrogação. Favoritos, os ingleses começaram o jogo pressionando os brasileiros e criaram três boas chances, desperdiçadas por Firmino, Keita e Alexander-Arnold. Depois, o Flamengo acertou a marcação e foi melhor no jogo, ganhando a grande maioria das divididas com o Liverpool. Rodrigo Caio foi impecável na zaga e as melhores chances vieram na velocidade de Bruno Henrique, apesar do goleiro Alisson não ter trabalhado na primeira etapa.

No primeiro lance após o intervalo, Firmino recebeu na área, driblou Rodrigo Caio e carimbou a trave de Diego Alves na segunda chance clara que teve durante a partida. Gabigol deu trabalho para a zaga inglesa com uma bicicleta e um chute de direita, ambos defendidos por Alisson, mas o Flamengo não repetiu a atuação da primeira etapa. Os brasileiros pioraram com as saídas de Arrascaeta e Everton Ribeiro e o Liverpool dominou o jogo, mas sem conseguir tirar o zero do placar. O árbitro chegou a marcar um pênalti em cima de Mané nos acréscimos, mas voltou atrás após consultar o VAR. A final foi para a prorrogação, onde ficou claro que o físico pesaria a favor dos ingleses, que estão no meio da temporada enquanto o Flamengo fez seu 75º jogo no ano. O Liverpool assumiu o controle da final e enfim abriu o placar aos nove minutos, quando Mané foi lançado nas costas da zaga e rolou para Firmino, que ainda limpou Rodrigo Caio e Diego Alves antes de fazer o gol.

Inteiro no jogo, o clube inglês ainda chegou perto de ampliar, mas parou em boas defesas de Diego Alves. A chance final foi rubro-negra: Vitinho fez a jogada pela direita e cruzou para Lincoln, que no meio da área, sozinho, bateu por cima aos 14 minutos do segundo tempo da prorrogação. O 1 a 0 permaneceu até o final e deu o primeiro título mundial ao Liverpool, que havia perdido as finais em 1981, 1984 e 2005. Bruno Henrique acabou como segundo melhor jogador do torneio e Salah foi escolhido como craque da competição, apesar de Firmino ter decidido os dois jogos. No fim, o time de Jürgen Klopp se enfileirou para aplaudir os brasileiros, que encerram a temporada mais marcante de sua história com um digno vice-campeonato, antes de Henderson erguer a taça.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2019
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031