nov
17
Postado em 17-11-2019
Arquivado em (Artigos) por vitor em 17-11-2019 00:18
Resultado de imagem para Trêfego e peralta Ruy Castro livro

 

CRÔNICA

O livro de Ruy Castro e a lembrança de João

Gilson Nogueira

Estou embaixo de um céu azul João Gilberto! Deitado, olhando para o alto, na tentativa de ver o gênio juazeirense que partiu, no dia 6 de julho deste ano, para Tocar e Cantar com Deus na Eternidade. Tenho, junto ao travesseiro, ” Trêfego e peralta”, um dos livros do grande Ruy Castro, contendo 50 textos deliciosamente incorretos, como afirma Heloísa Seixas, responsável pela seleção e organização deles, na obra, uma das inúmeras do bamba cearense, publicada pela Companhia Das Letras.

Puxo a coberta, ou melhor, o firmamento, para junto de mim, na tentativa de escutar meu guru de toda a vida cantando, baixinho, Wave.

E sonho em ser hipnotizado por ele, na imaginação, a fim de sentir-me anjo. João, o Papa da Bossa Nova, hipnotizou Ruy pelo ouvido,em um telefonema do genial cronista e escritor, além de jornalista, para a casa dele. JG vai completar, em seis de dezembro próximo, cinco meses que nos deixou. E nós ficamos órfãos do Pai da Batida que

Embebedou a Humanidade pelo coração! O ouvido, no caso, para mim, veio em segundo plano.  João, no momento em que “gênios” ocupam,novamente, o noticiário pensando ser maiores que o Pai de Jesus Cristo, acompanha tudo, no planeta, de cima. E pede silêncio. Afinal, Bossa Nova também é oração.
Gilson Nogueira é jornalista, colaborador da primeira hora do Bahia em Pauta.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2019
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930