Resultado de imagem para Lula solto em encontro do PT na Bahia
Lula no encontro do PT em Salvador: nada de autocrítica…
Resultado de imagem para Evo Morales exilado no Mexico
Evo Morales desembarca no México:exílio incerto.

ARTIGO DA SEMANA

Lula solto na Bahia, Evo exilado no México: embalos e abalos no Continente

Vitor Hugo Soares

Depois de acompanhar, pela TV, discursos inflamados e inflamáveis do ex-presidente Lula – bem ao gosto da turma do MST, PSOL e do Foro de São Paulo, mas considerados “acima do tom” por petistas de alta linhagem, a exemplo do governador Rui Costa, da Bahia – nos dois atos realizados após sua saída da cadeia em Curitiba (onde ficou por um ano e sete meses), vejo  imagens da chegada melancólica de Evo Morales, no México, em avião da Força Aérea Mexicana,  para cumprir incerto período de exílio, no país governado pelo parceiro político e ideológico, Lopez Obrador. Nas duas situações, a memória me conduz aos versos de “Notícia de Jornal”, de Chico Buarque,  q ue diz, na desconcertante letra: “Aí a notícia carece de exatidão./O lar não mais existe./Ninguém volta ao que acabou”…

Canto simbolicamente perfeito e de inegável atualidade nos dois casos. Mesmo que a situação do líder brasileiro, de origem operária, possa parecer melhor, em termos de perspectivas, que a do ex – dirigente boliviano, de origem indígena agora no desterro. Para o ex mandatário  da Bolívia tudo aparenta ser  pior. Desde que decidiu meter os pés pelas mãos, desconsiderando a Cons titui&cc edil;ão, e partiu para forçar seu quarto mandato, em total desacordo com a lei magna e com a vontade do seu povo, expressa em plebiscito.

Mais grave ainda foi a descoberta, por observadores e técnicos da OEA, das irregularidades e fraudes cometidas por Evo, e aliados, dentro e fora da do país, para se perpetuar no mando. Com a ajuda cúmplice de membros destacados do Tribunal Supremo Eleitoral,  presos com algemas e afastados de seus cargos, com desonra pública. Isso deslegitimou o processo eleitoral e levou o povo, em fúria, às ruas, aos saques, aos incêndios, aos bloqueios de rodovias e ao caos, que fez desabar o que aparentava ser trincheira inexpugnável de poder na América do Sul. Agora só resta chorar “pelo leite derramado”, ou apelar para o velho consolo de que houve “golpe”.

No Brasil, Lula parece dispor, ainda, de tempo e de poeirenta estrada para caminhar com seus seguidores, enquanto atira para todo lado: De Bolsonaro, Moro e Guedes à Silvio Santos e a Rede Globo. Nada parece intimidar o criador do PT, a deduzir pelas bravatas de suas falas, nos dois atos públicos ao deixar a cadeia. Quando alardeou que sai da cela “um homem de 74 anos de idade, com vitalidade de 40 e tesão de 20”,  ao apresentar a namorada aos militantes. Na quarta-feira desembarcou em Salvador, para jantar e conversar com Rui Costa, no Palácio de Ondina, antes de reencontrar companheiros, dia 14, na reunião da Executiva Nacional do PT, em hotel de luxo, no  centro de Salvador, coração do Nordeste. Região fiel aos apelos do antigo guia hist&oacut e;rico, – em sua tentativa de reconstrução da casa abalada – dominada por governadores “de esquerda”, a começar pelo da Bahia, a cujos ouvidos, declaradamente, não soam bem palavras de ordem do tipo &ldquo ;Lula Li vre” e as falas de Lula incendiário.

No encontro da cúpula petista, o ex não só repetiu as falas de Curitiba e São Bernardo, mas e atirou ainda em Fernando Henrique Cardoso, ao recusar propostas de autocrítica dele e do PT. “Vocês já viram alguém cobrar autocrítica de FHC?”. Sábado,  ele passa com a namorada em praia do sul baiano. Domingo participa do Festival Lula Livre, em Recife. Depois tudo pode acontecer, inclusive nada.

Vitor Hugo Soares é jornalista, editor do site blog Bahia em Pauta. E-mail: vitors.h@uol.com.br

Be Sociable, Share!

Comentários

Vanderlei on 16 novembro, 2019 at 22:27 #

Infelizmente, o Lula perdeu uma oportunidade de ouro, e mais ainda, grande oportunidade de dar um “tapa de luvas de pelica” no atual governo ou até no Bolsonaro. Este momento não volta mais. Perdeu! Ele poderia ter saído grande, mas preferiu sair menor do era no tempo do sindicalismo. “Toda vez que você pagar o MAL com o BEM você está dando um tapa com luva de pelica”. Mais um ponto negativo em sua biografia.


Vanderlei on 16 novembro, 2019 at 22:38 #

Evo Morales quis repetir o que Hugo Chave e Maduro fizeram na Venezuela, inclusive com eleições fraudadas. “Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo. – Abraham Lincoln” Deu no que deu. O Povo boliviano acordou!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2019
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930