Resultado de imagem para Luís Carlos Alcoforado radialista de esportes"

ARTIGO

Luís Carlos Alcoforado: inesquecíveis encontros 

Gilson Nogueira

 

De novo, deitado na cama, onde digitei,em dez minutos, mais ou menos, o artigo A Mancha da Maldade, que Vítor publicou, aqui, no BP nosso de todos os dias, volto a transformar em texto um pensamento. Aliás, uma indagação aos céus. Nos três últimos meses, na companhia do andarilho da minha solidão íntima, pensei, quase que diariamente, no meu colega de jornalismo e amigo  Luís Carlos Alcoforado. Há poucos minutos, voltei a lembrar dele: ” Onde anda o Velho Alcoforado? Faz tempo que não o vejo…???” E fui, no embalo da saudade, ao Google. De repente, a notícia, Alcoforado faleceu,em março último, aos 77 anos.

E em um segundo, lembrei do amigo e do companheiro de Broco do Jacu, do genial Waltinho Queiroz, e dos encontros nas festas de largo de nossa amada Salvador de todos os contrastes e encantos, sem falar dos papos na Tribuna de Imprensa do Estádio Octávio Mangabeira, a antológica Fonte Nova do meu primeiro emprego e das emoções mais marcantes na grande área esportiva, onde coloquei para fora minha paixão vinda do coração em forma de gol, em companhia do meu saudoso velho e irmãos bons de bola. Luís, meu caro, escrevo, ou melhor, digito imaginando que você está me vendo! É fantástico! Ouço sua voz, de um profissional competentíssimo! E tenho, nas gavetas,de minhas matérias tantas, as laudas, em original e cópia, das primeiras participações minhas no Bom Dia, Bola!, do gigantesco José Athayde, em uma rádio em que ficava na Graça. Sei que você iria gargalhar,com o que vou escrever,se,aqui,agora,estivesse você em carne e  osso. Meu irmão, você não morreu! Tome uma cerveja super gelada com o grande Armando, em Companhia Dele, e grite cá prá baixo: “Bote prá …,Migué!”

Gilson Nogueira é jornalista , colaborador da primeira hora do Bahia em Pauta.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos