A apuração, aos 94,8%, dá a vitória a Fernández, que vence por mais de sete pontos sobre Mauricio Macri. O presidente parabeniza o candidato peronista e o convida para uma reunião para organizar a transição

Alberto Fernandez com a ex-presidenta Cristina Kirchner, sua companheira de chapa diante dos apoiadores em Buenos Aires.
Alberto Fernandez com a ex-presidenta Cristina Kirchner, sua companheira de chapa diante dos apoiadores em Buenos Aires.Agustin Marcarian (REUTERS)

Mais de 32 milhões de argentinos foram neste domingo às urnas para eleger um novo presidente e renovar parte do Congresso. E, com quase 90% das urnas apuradas, o candidato peronista Alberto Fernández garantiu a vitória no primeiro turno, com 47,73% dos votos. O atual presidente, Mauricio Macri, tinha 40,78% àquela altura, bem mais do que os 33% que havia recebido nas eleições primárias. Apesar da recuperação de Macri, a diferença é suficiente para para eleger Fernández sem um tira-teima entre os dois em um segundo turno.

“Eu quero lhe dizer de verdade: isso está apenas começando. Estaremos lá para defender os valores em que acreditamos”, disse Macri aos seus correligionários depois de reconhecer sua derrota e parabenizar Alberto Fernández.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos