out
28

O Globo também reproduziu neste domingo áudios de Fabrício Queiroz.

Em uma das gravações, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro diz que gostaria de ajudar na investigação sobre Adélio Bispo de Oliveira:

“Se eu não estou com esses problemas aí, a gente de bobeira, podia estar aí andando e ia dar para investigar, infiltrar, botar um ‘calunga’ no meio deles, entendeu? A gente mesmo levantava essa parada aí [quem contratou Adélio].”

Ele também reclama da falta de apoio:

“O cara lá [Adélio] tá hiper protegido. Eu não vejo ninguém mover nada para tentar me ajudar aí. Vê, tal. É só porrada, cara.”

A gravação, segundo O Globo, é de junho deste ano.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos