out
12
Postado em 12-10-2019
Arquivado em (Artigos) por vitor em 12-10-2019 00:13

MP pede fiscalização do TCU sobre gastos com viagem para canonização de Irmã Dulce

 

Por Renan Ramalho
O subprocurador-geral junto ao TCU, Lucas Rocha Furtado, pediu ao tribunal de contas uma fiscalização sobre os gastos da Câmara, Senado, STF, PGR e governo com a viagem de autoridades ao Vaticano, para presenciarem a cerimônia de canonização de Irmã Dulce.

Na representação, Furtado diz que, apesar de suposta legalidade, a despesa, caso exorbitante, não atenderia ao princípio da moralidade que, segundo ele, exige que os poderosos sejam “comedidos” ao gastar dinheiro público.

“Não basta serem honestos; precisam igualmente parecer honestos. Esse preceito é sintetizado com clareza — e com toda a força da simplicidade dos que agem com retidão e pautam sua vida pela ética — no ensinamento de Irmã Dulce que inaugura a presente representação: ‘é preciso ter certeza de estar fazendo a coisa certa’”, diz o documento.

Leia AQUI a íntegra do pedido.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos