out
02
Postado em 02-10-2019
Arquivado em (Artigos) por vitor em 02-10-2019 00:07

Do Jornal do Brasil

 

A Polícia Federal emitiu nesta terça-feira (1º) uma certidão à Justiça para atestar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem bom comportamento carcerário – requisito para ele progredir do regime fechado ao semiaberto. O documento, assinado pelo superintendente da PF no Paraná, Luciano Flores, e anexado ao processo de execução penal do petista, afirma ainda que não existem anotações de falta disciplinar contra Lula, preso no local desde abril de 2018.

Macaque in the trees
Condenado na Lava Jato, Lula já tem apoio de 600 mil à sua candidatura ao Nobel (Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação)

A certidão de conduta carcerária de Lula havia sido requisitada pela juíza Carolina Lebbos na segunda-feira (30).

O despacho ocorreu depois que, na semana passada, o Ministério Público Federal recomendou que o ex-presidente seja encaminhado ao regime semiaberto, pois já cumpriu um sexto da pena a que foi condenado no caso do tríplex de Guarujá (SP).

Na mesma decisão, a magistrada determinou que a defesa do ex-presidente também se manifeste sobre o pedido.

A certidão é exigida por lei para comprovar o bom comportamento de presos para que tenham acesso à progressão de regime.

Apesar disso, o ex-presidente resiste em progredir de pena. Em carta divulgada nesta segunda, ele afirma que não vai “barganhar” seus “direitos e liberdade” diante das “arbitrariedades” cometidas no processo contra ele.

Os defensores do ex-presidente pedem que o Supremo Tribunal Federal analise os pedidos de suspeição do ex-juiz Sergio Moro e dos procuradores da Lava Jato.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos