jul
16
Postado em 16-07-2019
Arquivado em (Artigos) por vitor em 16-07-2019 00:13

Ciro Gomes voltou hoje a comentar a situação de Tabata Amaral no PDT. Em entrevista ao Estadão e à Rádio Eldorado, o pedetista disse que a deputada faz “dupla militância” — por representar, além do partido, o movimento Acredito, do qual é uma das fundadoras.

“Ela só tem 25 anos. E ela entrou no Brasil nesse negócio que é dupla militância. Ela pertence a alguns movimentos que são financiados pelos miliardários brasileiros e que colocaram a faca no pescoço de todo mundo”, afirmou Ciro. “Vai ser um sofrimento eterno a dupla militância dela e de quem mais vier com esse papo furado.”

Ciro disse também que “ninguém pode servir a dois senhores”.

Na semana passada, Carlos Lupi, presidente do PDT, já havia adotado o mesmo discurso. “Ela obedece ao Acredito ou ao PDT?”, questionou o dirigente.

Be Sociable, Share!

Comentários

Vanderlei on 16 julho, 2019 at 23:26 #

Quem é Ciro Gomes para falar de alguém? Ainda mais de uma mulher que tem opinião própria e não depende dele. O Brasil dos coronéis estão ainda vivos a todo o vapor, querendo de todas as formas acabar também com a Lava Jato. Pobre Brasil dos coronéis!


Vanderlei on 16 julho, 2019 at 23:27 #

O Brasil dos coronéis que estão ainda vivos a todo o vapor, querendo de todas as formas acabar também com a Lava Jato.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos