Jornal do Brasil

Rompimento ocorreu em meio a fortes chuvas. Ainda não há informações oficiais sobre feridos nem sobre a composição do reservatório

Uma barragem se rompeu nesta quinta-feira (11) na cidade de Pedro Alexandre, nordeste da Bahia. Segundo a Defesa Civil local, o incidente ocorreu por volta de 11h da manhã, em meio a fortes chuvas que caem na região.

Ainda não há informações oficiais sobre feridos nem sobre a composição do reservatório, mas ele fica nos arredores do Rio do Peixe, no distrito de Quati. A lama segue em direção à cidade vizinha de Coronel João Sá, cujo prefeito, Carlinhos Sobral, emitiu um alerta de enchente nas redes sociais.

Macaque in the trees
Barragem (Foto: Reprodução/Internet)

“”Pessoal, a barragem do Quati estourou. É uma situação atípica. Nunca aconteceu isso com essa barragem. Nós não sabemos as consequências. Eu peço encarecidamente a todas as pessoas que moram em área de risco que saiam das suas casas, que peguem seus documentos pessoais, seus objetos de valor, o que puderem levar”, disse.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram uma grande quantidade de água invadindo a BR-235, que liga a Bahia ao estado de Sergipe.

De acordo com o superintendente da Defesa Civil da Bahia, Paulo Luz, de ontem para hoje a região foi afetada por chuva de mais de 100 mililitros. “Isso causou rompimentos de pequenas barragens que acabaram por afetar a Barragem do Quati”, explicou o superintende.

Segundo Paulo Luz, o volume de água provocou rachaduras no sangradouro e em uma extremidade da ombreira. “A preocupação é que não venha provocar rompimento total da barragem”. A defesa civil já iniciou a retirada de famílias das áreas mais próximas da barragem.

“Uma rua inteira está sendo evacuada, provavelmente será atingida, pois praticamente será o percurso da água”, confirmou nota da Guarnição da unidade do 15° Batalhão do Corpo de Bombeiros de Paulo Afonso. Segundo os bombeiros e a defesa, não há até o momento registro de vítimas.

Caso termine de romper, a água e a lama atingirão bairros da cidade vizinha de Coronel João Sá, que fica numa região abaixo da barragem e tem 17 mil habitantes.

As famílias que estão nas áreas consideradas de risco estão sendo retiradas de suas casas, em alguns casos com ajuda da Polícia Militar. Cinco escolas da cidade foram disponibilizadas para receber os desabrigados.

 

ROMPIMENTOS

No início deste ano, em janeiro, o rompimento de uma barragem da mineradora Vale, em Brumadinho, deixou mortos e causou destruição no município de Minas Gerais.

Nesta semana, a Justiça Estadual de Minas Gerais condenou a mineradora a reparar prejuízos causados pelo rompimento.

O desastre, considerado um dos mais trágicos da história da mineração brasileira, deixou 247 mortos e 23 desaparecidos, num total de 270 vítimas. Esta é a primeira condenação da mineradora relacionada a esta tragédia.

A decisão foi proferida na terça-feira (9) pelo juiz Elton Pupo Nogueira , da 6ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias. Na decisão, o magistrado condenou a Vale a reparar os prejuízos provocados pela tragédia.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos