jun
19
Posted on 19-06-2019
Filed Under (Artigos) by vitor on 19-06-2019

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (c).
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (c). Jefferson Rudy/Agência Senado
 
Em nova derrota para o Governo, o projeto legislativo que derruba o decreto de armas de Jair Bolsonaro foi aprovado nesta terça-feira no Senado por 47 votos a 28. Na semana passada o texto do presidente já havia sido vencido na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado por 15 votos a 9. Agora a matéria vai para a Câmara, onde deve tramitar em comissão e no plenário. Até que seja analisado pelos deputados, o decreto de Bolsonaro segue valendo.

Em maio Bolsonaro flexibilizou as regras para a posse e porte, praticamente enterrando o Estatuto do Desarmamento. O decreto tem sido alvo de críticas desde então. Além de permitir que jornalistas, caminhoneiros e outras categorias profissionais andem armados, o texto tinha uma brecha que permitia o porte de fuzis semiautomáticos com alto poder de fogo. Posteriormente este erro foi corrigido pelo Governo. O decreto também desagradou os parlamentares, que alegaram uma “invasão de competência” do Legislativo, uma vez que matérias semelhantes tramitam no Congresso.A derrota é mais uma na conta do Planalto, que ainda não conseguiu articular uma base eficiente no Congresso e coleciona reveses em ambas as casas. A reforma da Previdência do ministro Paulo Guedes ainda engatinha, e o projeto anticrime de Moro deve ser pautado apenas no segundo semestre, de acordo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Antes do início da votação vários senadores disseram ter recebido ameaças anônimos para que votassem favoravelmente ao decreto do Governo. “Falam que a arma defende a democracia, mas com palavras ameaçadoras querem colocar a população contra nós”, afirmou Rose de Freitas (Podemos-ES). “Perguntaram se eu ando em carro blindado”, disse a parlamentar.

“Sou um democrata”, diz Bolsonaro

Ao falar sobre a derrubada do decreto, Kátia Abreu (PDT-TO) lembrou o episódio ocorrido em 1995 no qual o então deputado Bolsonaro, mesmo portando uma arma, foi assaltado e teve a moto e a pistola roubados. “Isso porque ele era um militar treinado”, disse Abreu. Em defesa do texto de Bolsonaro, Telmário Mota (PROS-RR) afirmou que “o cidadão tem direito à legítima defesa”. Segundo ele, “o desarmamento tirou a segurança das famílias, mas o bandido que compra arma de forma clandestina está bem armado”.

Já prevendo uma possível derrota, o presidente afirmou na manhã desta terça-feira que não deve editar medidas semelhantes ao texto que foi derrubado no Senado. “Sou um democrata”, e não um “ditador”, disse Bolsonaro. O acesso às armas sempre foi uma plataforma do ex-militar, e se tornou uma de suas principais bandeiras de campanha. Apesar de afirmar que a medida tem apoio da sociedade, a última pesquisa Ibope, divulgada no início do mês, apontou que 73% da população é contrária à flexibilização do acesso às armas.

Motriz”, Maria Bethânia: uma das mais belas e representativas canções de Caetano Veloso, gravada pela mana na abertura do álbum CICLO ,de 1983. Bethânia , a notável santamarense nascida em 18 de junho de 1946, vestiu a musica com doce e impressionante roupagem interpretativa.

A canção, que rememora com grande emoção uma viagem ferroviária entre os canaviais do Recôncavo Baiano, tem especial apelo sentimental para  este editor do Bahia em Pauta. Afinal, foi através da janela do Motriz, que , no fim da infância, tive a primeira e inesquecível visão do mar, na chegada a Salvador. Um baque inesperado no coração do garoto sertanejo vindo da beira do São Francisco, o rio da minha aldeia.Inesquecível!!!

Parabéns, Bethânia, de todo coração.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares) 

jun
19
Posted on 19-06-2019
Filed Under (Artigos) by vitor on 19-06-2019

Do Jornal do Brasil

 

CCJ aprova convite para Dallagnol explicar troca de mensagens com Moro

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) aprovou nesta terça um requerimento de convite ao procurador federal Deltan Dallagnol para que preste esclarecimentos sobre trocas de mensagens com o então juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, nas investigações da Operação Lava Jato. A data da sessão ainda não foi marcada.

Na avaliação do senador Ângelo Coronel (PSD – BA), autor do requerimento, o teor da troca de mensagens indica desvirtuamento das funções do procurador e também que o então juiz Sergio Moro extrapolou funções e desrespeitou deveres da magistratura. À época das mensagens, Moro era o juiz responsável por julgar réus alvo da operação, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso.

Macaque in the trees
Procurador Deltan Dallagnol (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Sergio Moro

Na quarta, às 9h, a CCJ ouve Sergio Moro, que se colocou espontaneamente à disposição para se explicar.

Segundo a presidente do colegiado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), a segurança na CCJ será reforçada. A senadora adiantou ainda que ministro terá 30 minutos para uma exposição inicial com direito a réplica e tréplica dos parlamentares.

As supostas conversas pelo aplicativo Telegram, entre Moro e Dallagnol, foram divulgadas no dia 9 pelo site de notícias The Intercept Brasil.

jun
19
Posted on 19-06-2019
Filed Under (Artigos) by vitor on 19-06-2019

FHC defende condenação de Lula e diz não crer que STF a anule

 

Fernando Henrique Cardoso deu uma entrevista ao site jurídico Jota em que diz não acreditar que o Supremo vá anular o julgamento de Lula.

O tucano refere-se, é claro, ao caso do vazamento das mensagens privadas trocadas entre Sergio Moro e os procuradores da força-tarefa da Lava Jato.

“O ato de Moro ir para o governo está previsto em lei. Ele tinha que sair da magistratura para isso. E ele saiu. Pode criticar se foi certo ou se foi errado, mas este é um julgamento político”, declarou o ex-presidente.

“Outra coisa é o fundamento para a prisão do Lula. O Lula, eu lamento, mas tem muitos processos e reiteradamente há fatos. Eu lamento, porque não tenho nenhuma satisfação de ver pessoa como Lula na cadeia”, prosseguiu FHC.

“Mas, se eu fosse juiz, ia julgar com os fatos. Mesmo que o Moro tenha se excedido, os fatos são vários. Não creio que o Supremo anule por causa disso.”

DO JORNAL DO BRASIL

O Plano Safra 2019/20 terá 225,59 bilhões de reais em recursos para a agricultura empresarial e familiar, anunciou nesta terça-feira o Ministério da Agricultura, apontando uma estabilidade no total destinado para financiamentos na comparação com a temporada passada, em um momento em que o governo enfrenta um aperto fiscal.

O volume de recursos inclui 222,74 bilhões de reais para crédito rural, sendo 169,3 bilhões para custeio, comercialização e industrialização, e 53,4 bilhões de reais em crédito para investimentos.

Macaque in the trees
Bolsonaro e Onyx Lorenzoni (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O montante total para financiamentos aponta uma alta de apenas 0,28% ante a temporada 2018/19, quando o volume anunciado para a agricultura empresarial somou 191,1 bilhões de reais, e a familiar teve 31 bilhões de reais, segundo dados do ministério.

Diante de uma quase estabilidade nos recursos para o crédito, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, comentou que não é fácil, no quadro de aperto orçamentário atual, “anunciar grandes cifras como as de hoje”.

Mas ela ressaltou que, pela primeira vez, a agricultura familiar e a empresarial estão sob o mesmo teto, destacando ainda que o Tesouro Nacional disponibilizou de forma inédita mais recursos para subvenção dos pequenos produtores (Pronaf) do que para os demais, um volume de quase 5 bilhões de reais.

O total de recursos do plano 2019/20 prevê ainda 1,85 bilhão de reais para apoio à comercialização, que inclui compras de produtos agrícolas pelo governo.

O ministério informou que o volume de recursos para subvenção do prêmio do seguro rural mais do que dobrou, para 1 bilhão de reais.

Outra novidade do plano é o financiamento de moradias rurais, que terá 500 milhões de reais.

JUROS

O ministério informou que os juros para financiamento de custeio, comercialização e industrialização ficarão entre 3% e 4,6% ao ano para pequenos produtores; para médios produtores, em 6% ao ano; e 8% para demais produtores.

Os programas de investimento terão juros de 3% a 10,5% ao ano.

(Por Ricardo Brito)

Brasileira se tornou a maior artilheira da história dos Mundiais ao fazer o gol do 1 a 0. No entanto, a seleção passou em terceiro lugar e deve enfrentar a França nas oitavas

O Brasil bateu a Itália por 1 a 0 nesta terça-feira, em Valenciennes, na França, pela terceira rodada do grupo C da Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019. O único gol da partida foi marcado por Marta, de pênalti; com ele, a brasileira se tornou a maior artilheira entre homens e mulheres de todas as Copas do Mundo, com 17 gols, ultrapassando o alemão Klose. Mesmo com a vitória, a seleção se classificou em terceiro lugar, atrás da própria Itália e da Austrália, e deve enfrentar a seleção francesa, uma das favoritas, já nas oitavas de final.

Com mais posse de bola no primeiro tempo, as brasileiras ameaçaram apenas duas vezes, com Debinha exigindo boa defesa da goleira Giuliani e com Marta acertando o travessão em uma tentativa de gol olímpico. Do outro lado, a Itália aproveitou os espaços da defesa brasileira para assustar a seleção nos contra-ataques. Na principal chance da etapa inicial, aos 39 minutos, a goleira Bárbara impediu o gol de Bonansea, que apareceu sozinha na pequena área para completar cruzamento vindo da direita.

Contentes com o empate e a liderança, as italianas escolheram se fechar no segundo tempo, o que colaborou para o crescimento do Brasil no jogo. Aos 27 minutos, Debinha invadiu a área e foi derrubada por Linari: pênalti. Marta converteu deslocando a goleira Giuliani. Já que a Austrália goleava a Jamaica simultaneamente por 4 a 1, o 1 a 0 continuava deixando a seleção brasileira em terceiro lugar; no entanto, mais um gol do Brasil faria a seleção de Vadão ultrapassar as duas adversárias na tabela e se classificar em primeiro, garantindo uma tabela teoricamente mais tranquila na fase de mata-mata. Mesmo assim, o treinador escolheu trocar Marta pela volante Luana e deixar o tempo passar nos últimos 15 minutos. Com a primeira posição garantida, as italianas também não fizeram questão de atacar. Com a vaga entre as melhores terceiro colocadas, as brasileiras aguardam a definição dos outros grupos para saber quem enfrentarão nas oitavas de final. A maior probabilidade é de pegar a França, dona da casa e líder do grupo A. A outra possibilidade, matematicamente menor, é jogar contra a Alemanha, que passou em primeiro no grupo B.

jun
19
Posted on 19-06-2019
Filed Under (Artigos) by vitor on 19-06-2019
random image
Clayton, no jornal O Povo (CE)

DO G1/JORNAL NACIONAL
 

Por Glauco Araújo, G1 SP

Najila presta novo depoimento na Delegacia da Mulher em SP

Najila presta novo depoimento na Delegacia da Mulher em SP

 

A modelo Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa o jogador Neymar de estupro e agressão, prestou depoimento nesta terça-feira (18) na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) na Zona Sul de São Paulo.

Najila chegou por volta das 11h40, acompanhada de seu novo advogado, e saiu às 15h50. Ela foi à delegacia que fica ao lado para falar sobre o caso do arrombamento do seu apartamento e ficou lá até o início da noite.

 
Justiça autoriza buscas no apartamento de mulher que acusa Neymar de estupro

Justiça autoriza buscas no apartamento de mulher que acusa Neymar de estupro

Nesta segunda-feira (17), a Justiça determinou que ela entregasse o telefone celular para a polícia. Segundo Cosme Araújo, novo advogado de Najila, ela não entregou o telefone porque o aparelho não está mais com ela.

 
Mulher que acusa Neymar de estupro e agressão volta a depor em São Paulo

Mulher que acusa Neymar de estupro e agressão volta a depor em São Paulo

“Ela disse onde ficou o celular, ou no carro do ex-advogado ou na casa onde ela esteve depois no dia que ela esteve aqui”, afirmou. “Ela saiu para vir aqui prestar depoimento e quando saiu daqui ela foi levada para um hospital. Quando ela voltou não teve mais acesso ao celular.”

O advogado afirmou que Najila bateu em Neymar em resposta à agressão e estupro que teria sofrido no dia anterior no encontro em hotel de Paris. “Ela bateu nele porque baiano é bicho arretado, bateu levou”, disse.

 
Advogado de Najila explica por que ela bateu em Neymar

Advogado de Najila explica por que ela bateu em Neymar

Cosme Araújo é o terceiro advogado de Najila. É a primeira vez que ele esteve na delegacia e se apresentou à delegada Juliana Lopes Bussacos. “Há um manancial de provas”, disse o o advogado.

Ele citou outros casos envolvendo esportistas famosos acusados de estupro. “Lembra do caso Mike Tyson? Qual foi a diferença? Ele tá condenado. Lembra do Robinho? Tá condenado a 9 anos em grau de recurso. Porque Neymar é o rei? Não sei.”

 

Najila Trindade Mendes de Souza na Delegacia da Mulher de Santo Amaro, em São Paulo — Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo Najila Trindade Mendes de Souza na Delegacia da Mulher de Santo Amaro, em São Paulo — Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Najila Trindade Mendes de Souza na Delegacia da Mulher de Santo Amaro, em São Paulo — Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Ele mora em Ilhéus (BA) e agora vai ter acesso aos autos e todas as informações do inquérito.

“Nos queremos buscar a verdade. Não é a verdade real, porque não existe a verdade irreal. Apenas a verdade”, disse o advogado.

Ele rebateu o depoimento dado pelo jogador na sexta-feira, quando Neymar afirmou à polícia que deu tapas a pedido dela, e que modelo posou para fotos das nádegas.

  • Arquivos

  • junho 2019
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930