“Todo sujo de batom”, Belchior: Um nome de nobre nordestino, nascido no Ceará: Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes. Ou simplesmente, como ele sempre preferiu até a morte prematura, o cidadão Belchior. Nascido em Sobral, 26 de outubro de 1946,  cantor e compositor brasileiro como poucos. Foi um dos primeiros cantores de MPB do nordeste brasileiro a fazer sucesso nacional, em meados da década de 1970. Não esqueçam dele. O Bahia em Pauta jamais o esquecerá. Ouçamos mais uma vez a sua voz, neste domingo de manifestações nas ruas.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

===========================================

Eu estou muito cansado do peso da minha cabeça G D/Gb Desses dez anos passados (presentes) E7 A7/4 A7 Vividos entre o sonho e o som D Gbm Eu estou muito cansado de não poder De não poder falar palavra G D/Gb Sobre essas coisas sem jeito E7 Que eu trago em meu peito A7/4 A7 E que eu acho tão bom D Gbm Quero uma balada nova falando de brotos, de coisas assim G De money, de banho de lua, de ti e de mim E7 A7/4 A7 Um cara tão sentimental D D7 Quero a sessão de cinema das cinco G Gm Pra beijar a menina e levar a saudade E7 A7/4 A7 D A7 Na camisa toda suja de batom………………… Rafael Prado in 03, July, 2015.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos