mar
24
Postado em 24-03-2019
Arquivado em (Artigos) por vitor em 24-03-2019 12:48

Do Jornal do Brasil

 

Em nota, a bancada do DEM na Câmara, formada por 27 deputados, repudiou “qualquer ataque virtual” contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e disse que o respeito às instituições e seus representantes é a única saída para a crise. A manifestação ocorre em meio à troca de farpas entre o presidente da Câmara e o presidente Jair Bolsonaro. No texto, os democratas afirmam que Maia tem “capacidade de diálogo”, “responsabilidade” e está “empenhado” em fazer o ajuste fiscal e aprovar as reformas econômicas.
Macaque in the trees
Rodrigo Maia (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

“Conhecedores do espírito público, da capacidade de diálogo e da responsabilidade de Rodrigo Maia com o País, os deputados Federais que compõem a bancada do Democratas na Câmara repudiam qualquer ataque virtual ao presidente da Câmara e às instituições democráticas. É público o respeito de Rodrigo Maia aos Poderes constituídos e à hierarquia característica de cada um deles e a busca incessante pela harmonia e independência, preceitos constitucionais”, diz a nota assinada pelo líder da bancada, Elmar Nascimento (BA).

“Para os deputados Federais do Democratas, em qualquer contexto, governado por qualquer grupo político, as instituições e o respeito a seus representantes devem prevalecer. Não acreditamos que a saída para a crise possa ser outra”, afirmam os democratas em outro trecho.

Além de ter conquistado a presidência na Câmara e no Senado, o Democratas é o único partido com assento no Congresso com três representantes chefiando pastas na Esplanada dos Ministérios – entre eles o principal articulador político do governo, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Esta semana, Maia ficou irritado com publicações de um dos filhos do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), e a reação de bolsonaristas contra ele em redes sociais, ameaçando abandonar a articulação para aprovação da reforma da Previdência. Em entrevista ao Estado, publicada neste sábado, Maia disse que “o governo é um deserto de ideias”. Bolsonaro por sua vez, afirmou que “perdoa” Maia “pela situação pessoal que ele está vivendo”, o que foi interpretado como referência à prisão do sogro do presidente da Câmara, o ex-ministro Moreira Franco.

No texto divulgado hoje, os parlamentares do DEM afirmam que a implementação de “regras duras e necessárias que cortem privilégios dependem de posturas corajosas e de defesas enfáticas” e que Maia é figura central neste cenário. “O mundo real é assim. O virtual aceita ataques que só geram ódio, não o desenvolvimento. A coragem e o diálogo franco, ambos na vida real da política que visa um Brasil melhor, fazem Rodrigo Maia ser reconhecido como uma das figuras centrais neste difícil processo de reconstrução nacional, devolvendo à Câmara, que representa a vontade de cada brasileiro, um papel de protagonismo, necessário ao momento que estamos vivendo.”

Os deputados também reforçam que as portas do gabinete de Maia e da residência oficial “sempre estiveram – e estarão – abertas para qualquer corrente política”. “À sua mesa, há lugar garantido para todos aqueles que queiram contribuir de forma respeitosa com o ambiente democrático. Sua interlocução com todos é feita de forma direta e franca.”

“O Presidente Rodrigo Maia orgulha a nossa bancada e sintetiza com as suas atitudes os valores democráticos que o nosso Partido cultua e defende. Para os deputados Federais do Democratas, em qualquer contexto, governado por qualquer grupo político, as instituições e o respeito a seus representantes devem prevalecer. Não acreditamos que a saída para a crise possa ser outra. A Câmara dos Deputados, sob a liderança de Rodrigo Maia, não se furtará a cumprir o seu papel na história”, concluem os deputados na nota.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos