fev
12
Postado em 12-02-2019
Arquivado em (Artigos) por vitor em 12-02-2019 00:23

Dodge pede compreensão a procuradores que querem aumento

 

Raquel Dodge expressou preocupação com movimento desencadeado hoje por procuradores que resolveram deixar funções consultivas do Ministério Público Federal para reivindicar aumento salarial.

Em ofício à associação da categoria, a chefe do MP disse que “não se pode estar indiferente à realidade da vida nacional, ao elevado deficit público e aos milhões de desempregados e excluídos” e pediu aos colegas que “compreendam como podem contribuir com a nação neste momento”.

Os procuradores exigem da PGR uma gratificação por acúmulo de atribuições, pagamento do reajuste de 16,38% (já aprovado para 2019) retroativo aos dois meses finais de 2018, compensação por trabalho em plantões e realocação da verba do extinto auxilio-moradia para uma licença-prêmio.

Como alguns dos pedidos estão travados no Conselho Superior do MP, os procuradores decidiram em assembleia deixar funções em grupos de trabalho, que fazem estudos e consultorias para auxiliar as atividades do órgão.

Dodge escreveu no ofício que as pautas devem ser “legais e também proporcionais ao que é justo”.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2019
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728