dez
20
Postado em 20-12-2018
Arquivado em (Artigos) por vitor em 20-12-2018 00:23
DO PORTAL TERRA BRASIL/ESTADÃO
Mateus Fagundes
 
 Uma hora e meia depois de o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, derrubar a liminar do colega Marco Aurélio Mello que suspendia a prisão após condenação em segunda instância, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, quebrou o silêncio e parabenizou, via Twitter, Toffoli pela decisão.

“Parabéns ao presidente do Supremo Tribunal Federal por derrubar a liminar que poderia beneficiar dezenas de milhares de presos em segunda instância no Brasil e colocar em risco o bem estar de nossa sociedade, que já sofre diariamente com o caos da violência generalizada!”, escreveu Bolsonaro na rede social.

Na tarde desta quarta-feira, 19, a norma nos bastidores da reunião de Bolsonaro com os futuros ministros na Granja do Torto era de silêncio. Os ministros despistaram a imprensa e driblaram os jornalistas para evitar comentar o assunto.

O único a se manifestar foi o futuro titular da Cidadania, Osmar Terra, que chegou a fazer um comentário crítico no Twitter, mas logo depois apagou a postagem. “Respeito a decisão do Ministro Marco Aurélio. Mas as consequências dela serão trágicas para a credibilidade da Justiça brasileira e para a luta contra a corrupção!!”, escreveu Terra.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2018
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31