Do Jornal do Brasil

Em reunião do PSDB, Alckmin critica Doria: ‘Traidor eu não sou’

Dois dias após amargar o quarto lugar na eleição presidencial, o candidato e presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin, criticou o candidato ao governo de São Paulo, João Doria, durante reunião da Executiva Nacional do partido, em Brasília. Alckmin chama Doria de “temerista” e insinua que o ex-prefeito o traiu: “Traidor eu não sou”.

Durante a reunião, Doria cobrava do partido mais ajuda financeira às campanhas dos candidatos a governos estaduais que passaram para o segundo turno. Em trecho da reunião obtido pela reportagem, Alckmin interrompe Doria e diz: “Traidor eu não sou”.

Macaque in the trees
João Doria e Geraldo Walckmin (Foto: Werther Santana/AE)

A fala de Alckmin se deu após ouvir Doria reivindicar mais recursos e afirmar que, passada a eleição, o PSDB deve fazer uma autoavaliação sobre erros, acertos e equívocos da legenda nesta eleição. No contexto dos equívocos citados por Doria, Alckmin ainda afirmou: “O ‘Temerista’ não era eu não”. E diz na sequência: “Você, você, você”, numa associação com o governo federal marcado pelo alto grau de impopularidade. Alckmin era contrário ao ingresso do PSDB no governo Michel Temer.

Doria pede calma a Alckmin durante a reunião: “Compreendo a sua situação”, disse o ex-prefeito ao presidente de seu partido e padrinho político. “Temos de ter calma e discernimento.” Doria ainda defendeu que o PSDB declare apoio a Bolsonaro e afirmou que, ao seu ver, não há a menor condição de o partido não manifestar oposição ao PT neste segundo turno presidencial.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • outubro 2018
    S T Q Q S S D
    « set    
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031