O saudoso Paulo César Pinheiro, em “Nomes de Favela”, para ouvir e torcer pelo povo da favela! Sempre!

BOA TARDE!!!

(Gilson Nogueira)

Resultado de imagem para Luis Augusto Gomes Por Escrito

BLAGUE NO BLOG – Comigo, não!

Luis Augusto Gomes

Um dia, saindo da Assembleia Legislativa, Tititi, cabo eleitoral emérito, pegou uma carona do falecido deputado Cristóvão Ferreira, e para agradá-lo comentou: “Deputado, fico impressionado com seus discursos atacando ACM…”

Foi o bastante. Cristóvão, embora de partido da oposição, era desses que não batiam em ninguém, vivia calado, pra falar a verdade imagina-se que jamais discursou. Mandou o motorista Alemão parar o carro em plena Paralela e ordenou: “Salte, seu mentiroso!” 

“La Violetera, Sara Montiel: todo o encantamento de uma canção e de uma voz na imortal homenagem musical a Madri e a Primavera. Viva!!!

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares) 

Resultado de imagem para Luis Augusto Gomes é premiado na Assembléia Legislativa

Luis Augusto Gomes

A deputada Fabíola Mansur (PSB) manifestou pesar pela morte do jornalista Luís Augusto de Almeida Gomes em moção apresentada à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). “A Bahia perdeu na madrugada deste domingo (23) um notável jornalista, de grande saber, humor fino e muita categoria”, lamentou. 
Luís Augusto morreu em Salvador, vítima de câncer, aos 65 anos. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), ele trabalhou em diversos órgãos de imprensa, a exemplo da Tribuna da Bahia, A Tarde e no extinto Jornal da Bahia. Também foi repórter do jornal O Globo – na sucursal de Salvador –, atuou com comunicação organizacional em inúmeras empresas do Polo Petroquímico de Camaçari e no setor público nos governos de Roberto Santos, Waldir Pires, Fernando José, Lídice da Mata e Mário Kertész. Luís era funcionário concursado da ALBA.
“Sempre discreto e muito simples, tive a honra de conversar com ele sobre temas diversos. Era um profundo conhecedor do Poder Legislativo. Muito escreveu sobre a Casa. Luís foi por cinco vezes seguidas premiado na ALBA pela melhor cobertura do jornalismo político na internet, com o blog Por Escrito, criado por ele em 2009”, lembrou a parlamentar.
Fabíola também destacou a forma inteligente com que Luís Augusto se expressava. “Um jornalista cuidadoso, tratava os textos com primor. Nossa Bahia perdeu um ser humano especial neste domingo de primavera, um jornalista grandioso. Assim ele será lembrado por todos que tiveram o privilégio da sua convivência”, declarou
Resultado de imagem para Deputada Fabíola Mansur ALBA
Fabíola Mansur: “Era um profundo conhecedor do Poder Legislativo e temas como Educação. Muito escreveu sobre a Casa. Luís foi por cinco vezes seguidas premiado na ALBA”

Pesquisa Ibope Bolsonaro
Os candidatos Jair Bolsonaro e Fernando Haddad. ADRIANO MACHADO REUTERS

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança da corrida eleitoral, com 28% das intenções de voto, mas parou de crescer, de acordo com nova pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira, 24. É a primeira vez desde 20 de agosto —e desde o atentado a faca que sofreu— que o candidato do PSL nem sequer oscila positivamente: na pesquisa anterior ele também tinha 28%. Ainda hospitalizado, Bolsonaro teve ainda outras notícias negativas: viu a rejeição crescer de 42% a 46%. Também viu o candidato do PT, Fernando Haddad (PT), se aproximar. O nome apoiado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cresceu e foi de 19% a 22%. Nas simulações de segundo turno, Haddad saiu da posição de empate e agora vence Bolsonaro por 43% a 37%. O deputado federal também perderia no embate direto para Ciro Gomes (PDT) e para Geraldo Alckmin (PSDB). Só arrancaria um empate com Marina Silva (Rede).

Os números apurados pelo Ibope, que ouviu 2.506 eleitores entre sábado 22 e domingo 23, confirmam a consolidação de Haddad em segundo lugar, isolando-se dos demais. Ciro não se moveu: segue com 11%. Marina oscilou para baixo e tem 5%. Já Geraldo Alckmin, dono do maior tempo de TV, oscilou para cima um ponto e tem 8%. A margem de erro é de dois pontos, para mais ou para menos.

Se não serviram para alavancar Alckmin, as propagandas do tucano na TV contra Bolsonaro parecem começar a arranhar a imagem do deputado. A artilharia contra a candidatura também envolveu outros movimentos contrários. Um deles é a mobilização de mulheres contra ele, que sob a #elenão atrai celebridades como a cantora Anitta. Em outra frente, um grupo crescente de personalidades se une em torno de um manifesto pela democracia que rejeita a candidatura do PSL. Como resultado, em uma semana, a rejeição ao capitão reformado do Exército subiu quatro pontos. É a primeira vez desde o atentado que o índice de rechaço, considerado um bom termômetro da viabilidade das candidaturas no segundo turno, subiu. Antes do ataque, em 6 de setembro, a rejeição marcava 44%. Logo após o episódio desceu a 41%.

Expectativa de alta e críticas à Polícia Federal

O estancamento de Bolsonaro coincide com a melhora do seu quadro de saúde, após passar por duas cirurgias decorrentes do atentado. O candidato de extrema direita deixou a unidade de cuidado semi-intensivo do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Já no quarto, concedeu nesta segunda-feira uma entrevista à rádio Jovem Pan, transmitida ao vivo pelo YouTube, e disse ter a expectativa de deixar o hospital até o fim da semana.

Na conversa, Bolsonaro disse acreditar que seu agressor Adelio Bispo “não agiu sozinho”, ao contrário do que aponta a Polícia Federal. Reportagem da Folha de S. Paulo no fim de semana informou que os investigadores descartam por ora que Adelio tenha recebido dinheiro em sua conta bancária para tentar matar o candidato. O deputado não poupou críticas à PF. Segundo ele, a instituição quer “abafar” a investigação sobre o ataque. “Pelo que ouvi dizer, não tenho certeza ainda, a Polícia Civil de Juiz de Fora está bem mais avançada que a Polícia Federal. O depoimento do delegado que está conduzindo, realmente é para abafar. Eu lamento o que ouvi ele falando. Dá a entender até que age em parte como uma defesa do criminoso. Isso não pode acontecer”, disse.

OS PRINCIPAIS NÚMEROS DO IBOPE

(Entre parênteses o índice de cada candidato na pesquisa anterior, aplicada entre os dias 16 e 18 de setembro)

Jair Bolsonaro (PSL): 28% (28%)

Fernando Haddad (PT): 22% (19%)

Ciro Gomes (PDT): 11% (11%)

Geraldo Alckmin (PSDB): 8% (7%)

Marina Silva (Rede): 5% (6%)

Alvaro Dias (Podemos): 2% (2%)

João Amoêdo (Novo): 3% (2%)

Henrique Meirelles (MDB): 2% (2%)

Guilherme Boulos (PSOL): 1% (0%)

Cabo Daciolo (Patriota): 0% (1%)

João Goulart Filho (PPL): 0% (0%)

Vera (PSTU): 0% (0%)

Eymael (DC): 0% (0%)

Branco/nulos: 12% (14%)

Não sabe/não respondeu: 6% (7%)

REJEIÇÃO DOS CANDIDATOS

Jair Bolsonaro (PSL): 46% (42%)

Marina Silva (Rede): 25% (26%)

Fernando Haddad (PT): 30 % (29%)

Geraldo Alckmin (PSDB): 20% (20%)

Ciro Gomes (PDT): 18% (19%)

Poderia votar em todos: 2% (2%)

Não sabe/não respondeu: 7% (9%)

set
25

Do Jornal do Brasil

 

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, está dando os retoques finais no que vem sendo chamado de “Manifesto à Nação”, no qual pretende fazer um compromisso em defesa da democracia, responder às críticas de racismo e misoginia, e reiterar ao mercado de que trabalhará pelo ajuste fiscal. O formato ainda está sendo definido – se será um texto ou um vídeo – e a ideia é divulgar a mensagem nas redes sociais.

A intenção é que o conteúdo tenha forte tom emocional e possa ser gravado ainda no quarto do hospital, onde o candidato se recupera da facada que recebeu no dia 6 deste mês, em Juiz de Fora (MG), durante agenda de campanha. A equipe de apoiadores gostaria de divulgar o manifesto “o quanto antes”, mas Bolsonaro, que é quem dá a palavra final sobre tudo em sua campanha, ainda quer discuti-lo um pouco mais.

Macaque in the trees
Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução de vídeo)

O documento está sendo elaborado a várias mãos e um dos temas centrais, de acordo com um dos auxiliares que participaram da discussão, é rebater acusações de que o capitão da reserva não tem compromisso com a democracia e que a sua chegada ao Palácio do Planalto represente um resquício de ditadura.

Neste domingo, 23, um grupo que inclui intelectuais, juristas, artistas, esportistas, ativistas e empresários subscreveu um manifesto contra o candidato do PSL, intitulado “Pela democracia, pelo Brasil” (mais informações nesta página).

Seguidores de Bolsonaro entendem que existem vários pontos que precisam ser respondidos. O candidato quer mostrar que deseja a união do País e responder que a acusação de racista não se sustenta porque ele vem de uma instituição (o Exército) que é um extrato de toda a população brasileira.

Embora inicialmente a ideia tenha sido inspirada na Carta aos Brasileiros, feita pelo então candidato petista Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002, com o objetivo de acalmar o mercado, a campanha rechaça a comparação. Diz que Bolsonaro quer somente responder aos ataques que vem recebendo.

O momento da divulgação, porém, ainda não foi definido porque o candidato teme eventuais efeitos negativos do manifesto a menos de 15 dias do primeiro turno. Apesar de não citar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), aliados de Bolsonaro usam como exemplo as críticas que o tucano recebeu ao divulgar no fim da semana passada uma carta em que defendeu a necessidade de deter a “marcha da insensatez”.

Pelo que ficou acertado até o momento, o candidato do PSL dirá que está em franca recuperação no hospital e vai agradecer ao povo brasileiro pelas orações. Ele também deverá tratar de economia, destacando a importância do ajuste fiscal e rechaçando a tese de que é estatizante. Pretende ainda reforçar que não tem divergência com seu guru econômico, Paulo Guedes, mesmo após as polêmicas da semana passada envolvendo a proposta de criação de tributos aos moldes da CPMF.

Delegado que comanda inquérito de Adélio foi assessor de Pimentel

 

Por Claudio Dantas

Responsável pelas investigações do atentado a Jair Bolsonaro, o delegado Rodrigo Morais Fernandes chefiou por dois anos a Assessoria de Integração das Inteligências da Secretaria de Defesa Social (Segurança Pública) do governo de Fernando Pimentel.

Há dois anos, virou alvo da imprensa ao ser enviado por Pimentel para assistir ao Super Bowl, na Califórnia (EUA). Na ocasião, o governo alegou que Fernandes coordenava em Minas Gerais a comissão das Olimpíadas Rio-2016.

Morais também foi por alguns meses diretor de Inteligência da Secretaria Extraordinária para Grandes Eventos, criada no governo Dilma. Há três meses, foi condecorado por Pimentel com a Medalha Alferes Tiradentes.

Segundo currículo disponível no site do Ministério da Justiça, Morais entrou para a PF em 2002. Dentre outras funções, foi chefe do Setor de Inteligência da PF em São Paulo e da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico de Minas Gerais.

Hoje é delegado regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF em MG.

Formado em Direito pela Faculdade Milton Campos, tem pós-graduação em Direito Público pela Gama Filho e outra pós em Inteligência de Estado e de Segurança Pública pela Universidade Newton Paiva.

Antes da PF, foi advogado da Associação dos Funcionários Fiscais do Estado de Minas Gerais.

set
25
FIFA The Best 2018
A brasileira Marta ganhou o prêmio de melhor do mundo pela sexta vez. John Sibley Reuters

A brasileira Marta venceu nesta segunda-feira, em Londres, o Prêmio FIFA – The Best 2018 como melhor jogadora da última temporada, chegando a seis conquistas individuais (2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2018) da entidade máxima do futebol.

Oito anos após vencer pela última vez, Marta, que tem 32 anos e defende atualmente o Orlando Pride, equipe norte-americana, se torna a maior vencedora de prêmios individuais da FIFA com os seis troféus. .

set
25
Posted on 25-09-2018
Filed Under (Artigos) by vitor on 25-09-2018



 

S. Salvador, no jornal

 

set
25

Por Ivan Raupp e Mariana Becker — Londres

Luka Modric desbanca Cristiano Ronaldo e é o melhor jogador do mundo no The Best da Fifa

Luka Modric desbanca Cristiano Ronaldo e é o melhor jogador do mundo no The Best da Fifa

O croata Luka Modric foi eleito pela Fifa o melhor jogador do mundo na temporada 2017-2018. Ele desbancou Cristiano Ronaldo, da Juventus, e Mohamed Salah, do Liverpool, para ficar com o troféu. O meia do Real Madrid obteve 29,05% dos votos. O português ficou com a segunda colocação, com 19,08%, e o egípcio em terceiro, com 11,23%.

Assim ficou o top-10:

  1. Modric (29,05%)
  2. Cristiano Ronaldo (19,08%)
  3. Salah (11,23%)
  4. Mbappé (10,52%)
  5. Messi (9,81%)
  6. Griezmann (6,69%)
  7. Hazard (5,65%)
  8. De Bruyne (3,54%)
  9. Varane (3,45%)
  10. Kane (0,98%)

Modric também acabou com a hegemonia de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, que se alternaram na primeira colocação do prêmio nas últimas dez edições. O último jogador que havia conquistado a taça antes do reinado do português e do argentino havia sido o brasileiro Kaká, em 2007.

Fim do reinado entre os melhores do mundo

Ano Vencedor Segundo Terceiro
2008 Cristiano Ronaldo Messi Fernando Torres
2009 Messi Cristiano Ronaldo Xavi
2010 Messi Iniesta Xavi
2011 Messi Cristiano Ronaldo Xavi
2012 Messi Cristiano Ronaldo Iniesta
2013 Cristiano Ronaldo Messi Ribéry
2014 Cristiano Ronaldo Messi Neuer
2015 Messi Cristiano Ronaldo Neymar
2016 Cristiano Ronaldo Messi Griezmann
2017 Cristiano Ronaldo Messi Neymar
2018 Modric Cristiano Ronaldo Salah

O prêmio foi entregue pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino. No palco, Modric fez questão de agradecer aos torcedores e companheiros de Croácia e Real Madrid e ainda fez um compatriota chorar: o ex-jogador Zvonimir Boban.

“Obrigado aos meus fãs do mundo inteiro pelo apoio. Fico feliz pelo apoio que me deram desde sempre. Gostaria de agradecer aqueles que votaram por mim. Gostaria de mencionar o meu ídolo do futebol, capitão da Croácia na Copa de 1998, em nossa primeira participação, quando ganhamos o terceiro lugar. Aquele time mostrou que poderíamos conquistar coisas grandes e, por sorte… Tivemos a sorte de ser a mesma coisa para as próxima gerações. E mostramos que o sonho pode ser realidade”, disse Modric

 

O jogador também fez um rápido discurso em espanhol e em croata.

– Gostaria de agradecer ao meu clube, o Real Madrid, aos meus companheiros e aos torcedores pelo carinho que mostram sempre.

Modric ficou com o prêmio após a ótima temporada por Real Madrid e pela Croácia. Com o time espanhol, ele foi fundamental na conquista do tricampeonato da Liga dos Campeões. Pela seleção, foi uma das estrelas da equipe que conquistou o vice-campeonato da Copa do Mundo da Rússia. Na decisão, o time foi derrotado pela França por 4 a 2.

 

Modric levou a esposa e os filhos ao evento Fifa The Best — Foto: ASSOCIATED PRESS Modric levou a esposa e os filhos ao evento Fifa The Best — Foto: ASSOCIATED PRESS

Modric levou a esposa e os filhos ao evento Fifa The Best — Foto: ASSOCIATED PRESS

Dos votos brasileiros, Modric foi escolhido o melhor do mundo pelo técnico Tite. O treinador do Brasil apontou o egípcio Salah para a segunda colocação, e o português Cristiano Ronaldo como terceiro. Já o zagueiro Miranda, que votou por ser o capitão da Seleção, escolheu a seguinte ordem: Cristiano Ronaldo, Mbappé e Messi.

Cristiano Ronaldo e Lionel Messi não compareceram ao evento organizado pela Fifa. Os representantes dos jogadores alegaram o cronograma de compromissos apertado para que os dois atletas pudessem estar na cerimônia do Fifa The Best.

  • Arquivos