set
11
Postado em 11-09-2018
Arquivado em (Artigos) por vitor em 11-09-2018 00:44

Do Jornal do Brasil

 

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, afirmou na manhã desta segunda-feira, 10, que não crê que vá perder votos para Fernando Haddad, que deve ser oficializado concorrente do PT ao Planalto nos próximos dias. “Eu acho que estou demonstrando ao povo brasileiro que eu interpreto o melhor projeto para o Brasil”, afirmou, evitando citar o nome de Haddad.

Ciro também disse que não deve haver surpresa da população brasileira diante da provável substituição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por Haddad. Ele voltou a criticar o PT. “O povo já está ligado nisso há uns 10, 15 dias. A nossa posição na política é a de encerrar essa crônica de confrontação radicalizada, que infelizmente o PT também colaborou para acontecer”, disse.

Ciro negou dobradinha com a concorrente Marina Silva (Rede) durante a noite deste domingo, 9, no debate do Estadão, TV Gazeta e Jovem Pan. Em diversos momentos no debate, os dois candidatos trocaram afagos em perguntas sobre saúde, educação e economia. Marina até tentou um confronto com Ciro, ao citar dados da segurança pública no Ceará, mas não houve embate.

“Minhas perguntas eram dirigidas ao (Geraldo) Alckmin. Mas pelas regras do debate, não pude perguntar a ele. Então me dirigi àquela que está mais perto de mim, porque gosto de discutir com pessoas que têm o que dizer”, afirmou.

Ciro também repreendeu apoiadores que, via Twitter, atacaram a Marina Silva. “Quero pedir aos meus companheiros, a quem estimo muito, que não façam mais isto. Nós somos a turma que propõe, que constrói, e a turma que quer dar a mão no dia seguinte à eleição”, afirmou.

O pedetista também comemorou o fato de ter sido mais mencionado durante o debate no Twitter, segundo dados da própria empresa. “Quero agradecer a esta turma que vai nos levar a ganhar está eleição”, finalizou.

Be Sociable, Share!

Comentários

Daniel on 11 setembro, 2018 at 11:04 #

A partir do momento em que Haddad começar a ser conhecido como “sucessor do lulismo”, a tendência é de que herde esses votos, sim.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos