“Aroeira”, Geraldo Vandré. Um canto de guerra dos anos 60/7o, só para lembrar que argumentação democrático, bons projetos, liberdade e jeito, são sempre o melhor caminho das melhores mudanças. Força, tiro e faca só conduzem ao hospital, à cadeia e ao despenhadeiro. Música no prato, maestro. “E cabeça no congelador”, como recomendava Brizola em horas assim.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Daniel on 8 setembro, 2018 at 3:39 #

Devemos sempre lembrar de que defender que o cidadão de bem tenha o direito de se armar não é “defender violência” ou resolver tudo “no tiro”. A maior parte dos países mais seguros do mundo comercializam armas sem burocracia.


Paulo Silva on 8 setembro, 2018 at 16:37 #

Daniel on 8 setembro, 2018 at 18:28 #

Os sujeitos são tão cretinos em sua doença política que confundem despudoradamente uma opinião descontextualizada e editada de fazer mal a uma pessoa apenas para seguir a sua narrativa de ataques ao candidato vitimado pelo atentado covarde.

Depois muito não entendem por que reputo tanta falta de caráter a esses grupos.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos