ago
22

Campanha de Alckmin convoca ‘guerra a bolsominions’ nas redes

Em evento no Rio com candidatos a deputado pelo PSDB e partidos coligados, os apoiadores de Geraldo Alckmin foram convocados a entrar “em guerra” nas redes sociais com eleitores de Jair Bolsonaro, informa o Estadão.

“O coordenador de mídias sociais de Alckmin, Fabricio Moser, instou cabos eleitorais a se engajarem fortemente na campanha feita no Facebook e pelo WhatsApp”, escreve o jornal.

Moser disse que o perfil do tucano no Facebook sofreu “ataques de bolsominions”. Também recomendou à plateia que reagisse às postagens do tucano com o emoticon “uau” (de boca aberta), para se contrapor aos emoticons de raiva dos bolsonaristas.

Afirmou, ainda, que textos da campanha do PSDB têm de ser compartilhados pelo WhatsApp. “Ele [Bolsonaro] tem muito robô, e a galera dele vai lá e faz o que tem que fazer.”

Be Sociable, Share!

Comentários

Daniel on 22 agosto, 2018 at 11:03 #

Acho realmente complicado achar eleitores de Alckmin nas redes sociais.

Deveras…


Vanderlei on 22 agosto, 2018 at 12:52 #

O PSDB e muito menos o Alckmin não sabem aproveitar, mercadologicamente, o que eles de melhor fizeram para o Estado de São Paulo. Segundo o Ranking de Eficiência dos Estados, publicado pelo jornal Folha São Paulo, no ultimo domingo, ferramenta inédita lançada pela Folha, mostra quais os estados entregam mais educação, saúde, infraestrutura e segurança à população. No ranking, São Paulo aparece em segundo lugar, passado apenas por Santa Catarina. A seguir vem o Paraná, Pernambuco e Espírito Santo. São paulo é o 1º em infraestrutura e educação, com destaque para o ensino médio. Menor em mortes violentas e gasta relativamente pouco com o funcionalismo.


Lucas Ribeiro on 22 agosto, 2018 at 16:33 #

Daniel on 22 agosto, 2018 at 16:53 #

Haja militância!

Ainda dizem que a UOL/Folha são de direita… kkkkkkkk


Vanderlei on 22 agosto, 2018 at 19:13 #

Excessos na área de segurança pública não é privilégio do estado de São Paulo.
Pela minha idade, mais de setenta anos, tendo vivido, até agora, mais de cinquenta anos entre diversas cidades paulistas e um maior tempo na capital paulista. Posso enfatizar, sem sombra de nenhuma dúvida, que se outros estados, inclusive o que nasci Minas Gerais, bem como o estado do Rio de Janeiro, com os quais convivo em termos profissionais até hoje, se espelhassem no Estado de São Paulo, por tudo que ele é e representa no Brasil. Certamente, o Brasil não estaria do jeito que está, hoje, praticamente falido em termos econômicos e financeiros, culturalmente, na qualidade de vida, na infraestrutura, nos serviços médicos, e na educação (tenho filha de 16 anos estudando aqui) e muito mais. Ah, se não fosse São Paulo!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos