Resultado de imagem para Jaques Wagner e Lula na Bahia

Resultado de imagem para Janio Ferreira Soares no jornal A Tarde

 

     CRÔNICA                                                          

 

Neymar cai, Rui corre, Leão acocora e anda

Embora a Copa do Mundo tenha terminado há pouco mais de um mês, a fama de cai-cai de Neymar continua fazendo sucesso entre crianças e adultos que, ao som de seu nome, giram pelo chão feito o pião do forró de Zé do Norte, aquele mesmo que é feito de goiabeira e só roda com ponteira, principalmente na palma da mão de quem o canta.

Pois bem, agora que a campanha eleitoral vai começar pra valer, penso que essa ideia poderia ser aproveitada pelos eleitores de alguns candidatos a presidente, governador e vice, que simplesmente criariam coreografias baseadas em suas particularidades para serem exibidas por aí. Abaixo dou algumas dicas, mas fique à vontade para criar as suas. Simbora.

Começando pela nossa velha Bahia, creio que um “Rui!” dito como se num rápido espirro em plena Avenida Sete – e com o “r” ronronando na mesma sonoridade do rato que roeu a roupa do rei de Roma -, seria a senha para uma desenfreada correria da galera entrando e saindo dos becos, como se fora a Madalena que Gil encontrou quando foi passear na roça, coitada, penando numa pedra comendo farinha seca, e ainda por cima tendo que ouvir sua mãe dizendo que pobre é sofredor e não tem valor, e só quem pode ajudar é o Senhor do Bonfim. Quanto a João Leão, seu companheiro de chapa, a coisa é bem mais complexa, pois sua coreografia exigiria um excelente preparo físico dos participantes, que ao ouvir um “vai bonitão!” teriam que caminhar de cócoras, numa clara alusão a quem está cagando e andando, exatamente o que ele disse que estava fazendo quando a Folha de São Paulo quis saber sobre a citação de seu nome na Lava Jato.

Partindo para a esfera presidencial, Bolsonaro tem cacife para inspirar várias performances, desde a simulação de um pau de arara coletivo numa barra de proteção da escada rolante de um Shopping quando alguém gritasse “coronel Ustra!”, até uma espécie de tiro ao gay, onde um “acerta na bunda de Jean Wyllys!”, provocaria centenas de dedos em riste apontando para o traseiro de quem desse alguma pinta de homossexualidade.

Ciro Gomes também é um açude de possibilidades, embora eu ache que uma mãozada na nuca da pessoa à frente na fila do cinema quando berrassem um “se entrega, Corisco!”, resumiria todo seu legado.

“E cadê Lula?”, você deve estar se perguntado. Por tratar-se de uma divindade, à citação de seu nome teríamos uma encenação de sua crucificação em frente ao TSE, quem sabe com Palocci e Dirceu em cada lado da cruz. A ressurreição, claro, seria na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba e, quando os soldados do centurião Moro abrissem o túmulo, encontrariam apenas a foto de Haddad, com uma carta endereçada a Jaques Wagner, dizendo: “Como você não quis, Galego, esse é o novo Messias. E seja o que meu Pai quiser”.

Janio Ferreira Soares, cronista, é secretário de Cultura de Paulo Afonso, ma margem baiana do Rio São Francisco.

Be Sociable, Share!

Comentários

Daniel on 19 agosto, 2018 at 2:51 #

Algumas considerações sobre o artigo:

1. Talvez a alcunha mais propensa ao atual governador seja Ruim dá as Costas, aquele que promete, promete, promete, adora um marketing que valorize o que não tem (trabalho) e toque o terror em cima dos servidores estaduais – se aproveitando, claro, do controle que seu partido exerce sobre os sindicatos domesticados por companheiros;

2. A visão que o nobre tem do Bolsonaro talvez só seja comparável a de um Hitler (diria Stalin também , mas, dadas as preferências ideológicas, desconfio que considere o carniceiro soviético mais romântico). O mais interessante é que o outro deputado citado profere muito mais ódio por Bolsonaro do que o oposto. Basta verificar o episódio da cusparada e de quando Bolsonaro ousou – vejam só que atrevimento – sentar ao lado do ex-big brother em um avião.

3. Creio que o relato quase emocionado sobre Lula também fosse o esperado.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos