Resultado de imagem para José Pepe Mujica se despede do Senado no Uruguai
O ex-presidente do Uruguai, José Mujica, de 83 anos,
sem pressão nem escândalo em sua volta, renunciou,
dia 14, ao cargo de senador…
Resultado de imagem para Lula, Cristina Kirchner e Mujica América do Sul
Mujica, Cristina e Lula:hora do ocaso

ARTIGO DA SEMANA

Lula, Cristina, Mujica: o ocaso dos “deuses” da América do Sul

Vitor Hugo Soares

O ocaso bate à porta: Lula da Silva, no Brasil; Pepe Mujica, no Uruguai e Cristina Kirchner, na Argentina marcaram, (cada um a seu modo, estilo e condições atuais), a semana melancólica e ao mesmo tempo, simbólica de agosto, no desenrolar dos dilemas, dramas e tragicomédias (éticos e pessoais), de três dos principais personagens da política e do poder na América do Sul, nas últimas duas décadas.

Em Curitiba, o ex-presidente Lula vive, talvez, a situação mais emblemática: preso “de favor” numa cela da Polícia Federal, para cumprir 12 anos e um mês de cadeia por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, arrisca lances extremos de jogador de pocker para se livrar da enrascada em que se meteu. Conduziu da cela – franqueada a visitas de hotel de alta rotatividade -, os  arranjos que resultaram no registro, dia 16, do pedido de sua candidatura à presidente. Com direito a carta aberta aos eleitores, lida em Brasília por Fernando Haddad, (ex-prefeito de São Paulo, “o poste” escolhido para vice).

Ficha Suja, pela Lei Eleitoral em vigor, Lula aguarda resultados das novas chicanas de seus advogados e de seu partido (PT)  nos tribunais superiores. O resto a conferir.

Em Buenos Aires, imagens nervosas na TV, em frente à Praça do Congresso, mostram a ex-presidente e atual senadora peronista, Cristina Kirchner, à beira de um ataque de nervos. Foram descobertos oito cadernos com anotações minuciosas e manuscritas, feitas por um “chofer do poder”, Óscar Centeno, motorista do número dois do Ministério do Planejamento, durante 10 anos de mando e desmandos do kirchnerismo. O achado desnuda o que é considerado o fato mais explosivo sobre a maior rede de propina e corrupção na república vizinha, há décadas. O nervosismo de Cristina – mostrado pela TV – deve-a fato recentes: o aparecimento de outro polêmico protagonista do escândalo. O empresário Juan Carlos Goycochea, que aceitou fazer d elação premiada na já chamada “Lava Jato argentina”.

Caixa preta aberta pela pressão judicial e política local, até recentemente um império peronista dominado pelos Kirchner. O empresário confirmou das anotações do chofer, e disse que pagou subornos em pacotes de dinheiro vivo em troca de contratos milionários com o Estado, na era dos Kirchner, em nome da multinacional espanhola Isolux Corsán. Já há quem não aposte mais um mísero peso no futuro de Cristina.

De Montevideo chegam os únicos sinais de compostura ética e bom senso político, neste caótico painel do ocaso dos “deuses” recentes “das esquerdas” do Continente. O ex-presidente do Uruguai, José Mujica, de 83 anos, sem pressão nem escândalo em sua volta, renunciou, dia 14, ao cargo de senador. Alegou razões íntimas para sua decisão. “Os motivos são pessoais, diria que é pelo cansaço de uma longa viagem”, pontuou na carta enviada à própria mulher, Luzia Topolansky, vice-presidente da República e presidente do Senado.

Eleito senador, após governar seu país de 2010 a 2015, Mujica afirmou que viverá de sua aposentadoria, sem acumular qualquer benefício por ter sido senador. E despediu-se: “Vejo que tenho 83 anos e vou me aproximando da morte. Quero tirar licença antes de morrer, simplesmente porque estou velho. Há um tempo para vir e outro para ir e assim como a folha das árvores também caímos nós. A vida continua, não é tão importante”, escreveu Pepe Mujica. Enfim, palavras e ação de um estadista. Cumpram-se!

Vitor Hugo Soares é jornalista, editor do site blog Bahia em Pauta. E-mail: vitor_soares1@terra.com.br

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 18 agosto, 2018 at 12:36 #

Caro VHS!

Simbolismos
Neste quadrante
Significados
Nesta América do vir a ser
Sob lupa
Sob reflexão
Sob um olhar até distraído
Não redime
Apenas exprime
A mesmice

O abnegado Mujica
Na ausência de holofotes
Brande a renúncia
Abandonando uma destas excrescências que maculam a representatividade tão louvada
Mas
A quem dirige sua carta renúncia?
Ao povo?
A nação?
Aos Deuses do Olimpo?
Aos Espíritos das florestas?
Não!
O abnegado dirige à esposa
Sim
Neste quadrante
Esposa é garantia de cargo

VHS
Mujica
A seu modo faz de seu pais
Uma quitanda familiar

Tim Tim!!!

Haja fé em Montesquieu!


vitor on 18 agosto, 2018 at 13:35 #

Fontana
Bravo! Ainda bem que temos os poetas, para honrar o sábado e a América do Sul. TimTim!!!


Lucas Ribeiro on 18 agosto, 2018 at 15:05 #

Daniel on 18 agosto, 2018 at 18:42 #

Se o fizer, estará correto! A ONU, há muito deixou de representar o “bem” e o justo!

https://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/historico-veja/onu-em-uma-palavra-ignominia/


Daniel on 18 agosto, 2018 at 18:43 #

Daniel on 18 agosto, 2018 at 18:44 #

O próprio – hoje, empoderado – Reinaldo Azevedo reconhece o proselitismo ativista e parcial da ONU:

https://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/esquerdistas-da-onu-resolvem-combater-a-fraca-lei-antiterror-no-brasil/


Vanderlei on 19 agosto, 2018 at 18:01 #

Por tudo que viveu e fez é o mais coerente. Não fez tanto mal quanto não fez tanto bem. Sairá da vida melhor do que os outros dois trastes!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos