jul
25
Postado em 25-07-2018
Arquivado em (Artigos) por vitor em 25-07-2018 00:13
Resultado de imagem para Rosane Santana pesquisadora da UFBA Facom
Rosane Santana,
pesquisadora da UFBA.

Em parceria com o Instituto de Opinião P&A – Pesquisa e Análise e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico(CNQp)será investigado, simultaneamente, o impacto da Internet sobre a participação on/off nas eleições presidenciais brasileiras de 2018, em Salvador. A pesquisa terá uma amostra de 625 entrevistas domiciliares. A margem de erro prevista para o total da amostra é de 3,9 pontos para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,5%.

A investigação dá prosseguimento aos estudos da pesquisadora Rosane Santana, doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas da FACOM-UFBA, em estágio pós-doutoral realizado no Grupo de Pesquisa Cp-redes, vinculado ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INTC.DD). Este trabalho é desenvolvido desde as eleições presidenciais brasileiras de 2014 e mereceu uma menção honrosa do Prêmio Antônio Lavareda, durante o IV Congresso Internacional de Comunicação e Estratégias de Campanha (ALICE 2015). A premiação foi conferida pelo Grupo Opinião Pública, da Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas de Pernambuco (IPESPE).

 “O trabalho de Rosane Santana agrega de forma inestimável para a literatura brasileira, que é uma literatura que ainda está se constituindo, aquela que aborda o papel da Internet, o papel da web, o papel das redes sociais nas campanhas eleitorais. Ele tem uma abordagem singular à medida que combina a pesquisa na web, ou seja, a investigação do que ocorreu on-line com um trabalho de campo onde se estabeleceu uma amostra e esse conjunto de pessoas revelou características, traços do seu comportamento ao longo do ano daquela eleição que foi analisada. Isso daí, do ponto de vista metodológico, é bastante diferenciado“, analisa o cientista político Antônio Lavareda.

 O campo será aplicado logo após o segundo turno das eleições presidenciais brasileiras deste ano nos diversas bairros da capital baiana, obedecendo à distribuição populacional prevista no novo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU- Lei Municipal 9069/2016.Antes porém, na primeira etapa do trabalho, será elaborado um Projeto Piloto para ajuste do questionário, a partir de entrevistas em bairros de Salvador previamente selecionados para refletir a composição sociodemográfica da capital.

A pesquisa vai investigar diversas variáveis associadas ao uso das tecnologias digitais: sexo, idade, renda, escolaridade, religião, etnia, frequência de acesso à Internet, consumo de mídias, participação em mídias sociais (redes sociais), participação cívica, preferência partidária, participação política on-line e off-line e hábitos de uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs).

  Numa terceira etapa, os dados da pesquisa vão embasar a investigação dos condicionantes da participação eleitoral digital. As investigações feitas nas eleições presidenciais de 2014 revelaram que a educação superior e o uso de redes sociais (plataformas digitais de mídias sociais) foram os principais condicionantes de web participação. Ter escolaridade superior aumentou em até oito vezes a possibilidade de um eleitor sair da inatividade para a participação on-line.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • julho 2018
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031