Resultado de imagem para O resgate dos meninos da Tailândia e a presidente da Croácia
O menino preso na caverna da Tailândia e o mergulhador que
morreu na tentativa de resgate dos “Javalis Selvagens”…
Resultado de imagem para A presidente da Croácia na Russia
… e Kolinda. a incrível presidente da Croácia.Exemplos!!!
=====================================
Bahia em Pauta publica hoje, 17, o Artigo da Semana – publicado sábado (14), na Tribuna da Bahia e no Blog do Noblat – , mas que não saiu neste seu espaço  tradicional, porque a turma do BP – este editor no meio – andava em viagem revivendo emoções dos dois lados da ponte entre Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), nas margens do Rio São Francisco.  Foi bom demais, enquanto durou o reencontro com “anos dourados ” da memória e dos afetos!
BOM DIA!!!
(Vitor Hugo Soares)

=======================================

ARTIGO DA SEMANA

 

Meninos da Tailândia, Croácia, plantão do TRF4, e o filme de Wilder

Vitor Hugo Soares

 

Mal refeito da ressaca pesada causada pela derrota da seleção na Copa da Rússia, domingo (8/7) o País acompanhava – solidário e meio distraído – o noticiário sobre o sucesso inicial da incrível operação de resgate do primeiro grupo de garotos do time “Javalis Selvagens” e seu treinador, presos em uma caverna na Tailândia, desde o dia 20 de junho.

Na mesma data, logo cedo, começou também, a estranha transação do plantão do TRF4, protagonizada a partir de Porto Alegre, pelo desembargador Rogério Favreto, Com uma canetada monocrática, ele mandou soltar, “com urgência”, o ex-mandatário e pré-candidato do PT às presidenciais deste ano,  Luiz Inácio Lula da Silva, condenado por um tribunal superior, a 12 anos e um mês (por corrupção passiva e lavagem de dinheiro), preso numa cela da PF, em Curitiba.

O domingo, que na tradição popular “pede cachimbo”, ficou  carregado de tensões e conflitos jurídicos. Fla x Flu insensato de ódios e agressividades nas redes sociais da web, palpites e desinformação de todo tipo e de todo lado, até que o presidente do Tribunal Regional Federal da Quarta Região, Carlos Eduardo Thompson Flores, deu um basta. Decidiu que Lula continua preso e que o processo retorna ao relator, Gebran Neto.   

Na terça-feira, 10,  “ódios aplacados, temores abrandados” , como nos versos da canção “Amanhã”, de Guilherme Arantes, o jornalista ( em geral cético pelos ensinamentos da profissão) volta-se novamente para o drama na Tailândia, e   fica outra vez esperançoso e contente, ao ler o relato da repórter Macarena Vidal Liv, do El Pais, em cima do fato, direto da porta da caverna, dando conta de que acabara de ser concluída com sucesso, a delicada operação de resgate dos 12 meninos do time “Javalis Selvagens” e do treinador, presos dentro da gruta de Thang Luang, no norte  do país asiático.

“Foram necessários dezenas de mergulhadores, um enorme esforço de cooperação internacional e uma luta corajosa contra o tempo e a água. Mas o alívio é imenso”, assinala a enviada especial do jornal espanhol.Todos salvos, neste caso exemplar para o mundo, pelas muitas lições que encerra, inclusive de competência técnica e e entrega humanitária. Estou contente também.

Mas confesso: no começo desta história exemplar como poucas, inclusive para o jornalismo, temi por um desastre no fim. Um tipo de temor parecido ao que senti, igualmente, domingo passado, diante das primeiras notícias sobre a “inusitada e teratológica” decisão do desembargador plantonista do TRF4, na perfeita definição da presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Laurita Vaz, ao negar habeas corpus apresentado contra a decisão do presidente do TRF4, que cassou o mandado de soltura de Lula.

A preocupação, principalmente no caso dos meninos presos na caverna da Tailândia, veio acompanhada da lembrança do filme antológico “A Montanha dos Sete Abutres” (1951), de Billy Wilder, que critica ferozmente a falta de ética no jornalismo. A história de Charles Tatum, o jornalista sem escrúpulos de um diáriozinho do interior dos Estados Unidos (mas que ambiciona o Pulitzer) e do mineiro Leo Minota, que sofre um acidente e fica preso nas ruínas de uma antiga mina indígena no estado do Novo México. O fato desperta interesse dos grandes jornais, e Tatum (Kirk Douglas), decide, então, interferir no fato. E temos o trágico drama de “como a imprensa, um dos pilares da democracia, acaba muitas vezes, tomada pela mistificação e pela empulhação militante, e se converte  num dos maiores algozes do regi me das liberdades públicas”, leio em artigo sobre o filme, no Observatório da Imprensa”, do saudoso Alberto Dines.

Imagino que, onde ele estiver , também deve estar contente com o jornalismo e o desfecho (oposto ao da obra prima de Wilder), nos casos dos meninos da Tailândia e do absurdo de domingo passado, no plantão do TRF4.

No futebol, deu França. Parabéns! Mas um Viva muito especial para a Croácia, sua brava e brilhante seleção, e sua gente incrível , apaixonada e apaixonante, a começar por sua presidente. Que exemplo!!!

Vitor Hugo Soares é jornalista, editor do site blog Bahia em Pauta. E-mail: vitor_soares1@terra.com.br  

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • julho 2018
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031