Foram somente cinco dias de descanso e de buscas de “anos dourados” entre Juazeiro(BA) e Petrolina (PE), nas margens sagradas do São Francisco, ao pé do rio que passa por minha aldeia.

Mas quão intensos, amáveis e revitalizantes foram estes dias para os que pensam e fazem (alguns deles apenas, infelizmente) o Bahia em Pauta, em especial para este editor, um eterno e apaixonado romântico, mesmo que o seu rio – usado e largado por gente poderosa e interesses mesquinhos) não seja mais o que foi antes para os que nasceram ou ainda vivem à sua beira.

Mas , à exemplo da poesia imensa e imortal de Fernando Pessoa, a beleza e a força generosa e sentimental do rio que corre por minha aldeia, seguem permanentes e incessantes. Imortais!!!

Estamos de volta, baterias recarregas e respirando o Rio São Francisco por todos os poros. O poema de Caeiro e a música de Tom para celebrar a volta.

(Vitor Hugo Soares , editor do BP)  

  • Arquivos

  • julho 2018
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031