A outra Copa que o Brasil precisa ganhar

Copa do Mundo 2018Um torcedor acompanha o jogo entre Brasil e Suíça. Marcelo Chello EFE

Sou dos que querem que o Brasil ganhe a Copa outra vez. Tenho certeza de que a maioria espera o mesmo, já que o que falta hoje a este país são motivos de alegria. Não acha, meu querido e genial Xico Sá? Mas gostaria que os brasileiros conquistassem também outra copa, a da tolerância, a de se sentirem orgulhosos de ter nascido aqui. 

Desejo essa vitória social para que aqueles 60 milhões de brasileiros, na maioria jovens, que, de acordo com a última pesquisa do Datafolha, gostariam de deixar o país por falta de oportunidades, possam alcançar seus sonhos aqui sem necessidade de fugir. Sair livremente do próprio país, neste mundo de globalização, para enriquecer-se com novas experiências, é algo que não pode deixar de fascinar jovens brasileiros. Mas querer ir embora porque não encontram o indispensável necessário para se realizar aqui é um crime que deveria envergonhar aqueles que os governam. Ninguém abandona suas raízes sem dor.

Para devolver aos brasileiros a paixão por sua identidade, também temos de ganhar a Copa da confiança, aceitar as diferenças que nos dividem, porque seria utopia pretender que todos podemos pensar a vida da mesma forma. Cada um cresce com suas ideias e sua visão do mundo. Se todos pensássemos e amássemos igual, o mundo seria de uma monotonia avassaladora.

As guerras fratricidas, a vontade de pretender que todos pensem como nós, os rótulos colocados nos outros como estigmas de segregação nascem da incapacidade de reconhecer a originalidade do outro. A intolerância, as excomunhões e a soberba de se acreditar mago das receitas fáceis para conflitos complexos costumam acabar na porta do inferno, onde Dante Alighieri, na Divina Comédia, escreveu: “Deixai toda esperança, vós que entrais.”

Para o Brasil, país que adotei como meu com todos os seus defeitos e virtudes, desejo neste momento não só que ganhe a Copa do Mundo para que milhões possam viver um sopro de felicidade, mas também que essa vitória seja a antecipação de outra felicidade maior: a de voltar a ser um país com mais pessoas se respeitando do que se odiando. O Brasil só voltará a ser um país reconciliado consigo mesmo quando for capaz de recuperar a Copa de sua riqueza humana, aquela que os brasileiros aprenderam a levar sempre na mala pelo mundo afora. Aquele patrimônio da alma que fazia um amigo europeu dizer, sempre que encontrava um estrangeiro que o fascinava, “deve ser brasileiro”.

Meu desejo é que este volte a ser um país que, em um momento em que o mundo se vê tentado a erguer novos muros, desperte inveja por sua capacidade de integração, por sua arte em saber dialogar e agregar. Foi essa capacidade dos brasileiros de saber enriquecer tudo através da mistura que minha esposa, Roseana, brasileira, me explicou ao pousar aqui. Aprendi que, ao contrário de Espanha, onde as coisas se comem separadas, no Brasil é tudo misturado no mesmo prato. O Brasil é antigo e moderno porque é um amálgama de mil riquezas diferentes, físicas e espirituais, que dão forma e sabor a um novo conceito de humanidade. Tentar dividi-lo injetando os demônios do ódio de uns contra os outros é renegar tudo de melhor e mais cobiçado que possui.

Que 2018 seja lembrado como o ano em que o Brasil venceu duas copas juntas: uma nos estádios na Rússia e outra em outubro, aqui, nas urnas, quando decidirá o seu destino político, fonte hoje de insatisfação e, ao mesmo tempo, de esperança, uma palavra desprezada em nossos dias, quando se esquece que é o motor da existência. Por mais rico que seja um povo, sem esperança de algo melhor para todos, e não só para um punhado de privilegiados, restariam apenas o vazio e o medo. Restaria aquela porta desesperadora e fria do inferno da Divina Comédia de Dante. Por que não apostar na porta que nos conduzirá a uma nova era, em que poderemos viver juntos vitórias e derrotas, sem medo de nos olharmos nos olhos outra vez?

O que dizer depois do paupérrimo futebol da seleção da Argentina e da humilhante derrota de ontem na Copa da Rússia? Só bater palmas e exaltar o esplêndido desempenho da da Croácia, com Modrich na batuta de sua grande orquestra de futebol. Viva!!!

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

Por G1 BA

 

Alex Sandra do Nascimento denunciou que sofreu agressões do ex-namorado, o humorista Renato Fechine. (Foto: Reprodução/TV Bahia) Alex Sandra do Nascimento denunciou que sofreu agressões do ex-namorado, o humorista Renato Fechine. (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Alex Sandra do Nascimento denunciou que sofreu agressões do ex-namorado, o humorista Renato Fechine. (Foto: Reprodução/TV Bahia)

A vendedora Alex Sandra do Nascimento, de 43 anos, que acusa o ex-namorado, o humorista Renato Fechine, de agressões físicas, comentou nesta quinta-feira (21) os resultados dos dois laudos emitidos pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) que comprovam que ela foi espancada.

A mulher disse ao G1 que se sente aliviada após a conclusão dos exames e diz que os laudos “desmascaram as mentiras” do humorista.

“Ele disse que foi eu que me bati sozinha, que eu tomei remédio de maluca e que tive surto, mas agora, com os laudos, as mentiras dele estão vindo à tona. Os laudos desmascaram várias mentiras dele, que eu venho fazendo de tudo para esclarecer”, disse.

Os laudos foram solicitados pela Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), que apura os casos, e divulgados pelo advogado de Alex Sandra, Danilo Silva. O G1 não conseguiu contato direto nesta quinta com o humorista, mas em janeiro, após ex-namorada ter denunciado a segunda agressão, ele negou que tivesse cometido o crime. Disse, na ocasião, que ela se agrediu sozinha após tomar remédios durante um surto por causa de ciúmes.

Nesta quinta, o G1 entrou em contato com a assessoria do humorista, que ficou de avaliar junto ao advogado dele se vai se posicionar sobre a divulgação dos laudos.

 

Humorista Renato Fechine negou que tenha agredido ex-namorada, em Salvador (Foto: Reprodução/TV Bahia) Humorista Renato Fechine negou que tenha agredido ex-namorada, em Salvador (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Humorista Renato Fechine negou que tenha agredido ex-namorada, em Salvador (Foto: Reprodução/TV Bahia)

“Durante esses meses todos, desde janeiro, eu não tenho vivido. Me tranquei dentro de casa e nem na rua onde moro eu tenho saído. Até antes desses laudos, eu me sentia impotente por não provar logo que eu estava falando a verdade. Agora, me sinto aliviada, porque tinha gente que achava que eu estava mentindo”, destacou.

Por causa das agressões que sofreu, Alex Sandra afirma que ainda toma medicamentos. “Ainda estou tendo dificuldades para ler, fora que ainda tomo medicamentos para várias outras coisas por causa da pacanda na cabeça que levei. Ele quase me matou”, comenta.

A delegada Aida Visgo Burgos, à frente da investigação, disse que os resultados dos laudos já foram encaminhados para o Ministério Público da Bahia (MP-BA), que analisará os documentos para verificar se cabe ou não uma denúncia contra o humorista.

 

Em janeiro, quando estava com hematomas pelo rosto, ex-namorada do humorista Renato Fechine denunciou agressões. (Foto: Imagem/TV Bahia) Em janeiro, quando estava com hematomas pelo rosto, ex-namorada do humorista Renato Fechine denunciou agressões. (Foto: Imagem/TV Bahia)

Em janeiro, quando estava com hematomas pelo rosto, ex-namorada do humorista Renato Fechine denunciou agressões. (Foto: Imagem/TV Bahia)

Laudos

Um dos laudos divulgados pelo DPT é referente à denúncia feita por Alex Sandra de que foi espancada pelo ex-namorado na madrugada do dia 22 de janeiro, na casa do artista em Salvador. Na ocasião, a vítima disse ter sido enforcada por Fechine, que também teria dado murros no olho e no ouvido dela.

Após a agressão, Alex Sandra foi atendida no Hospital Geral do Estado (HGE), onde ficou internada por três dias. Os médicos constataram coágulos na cabeça. Ela também registrou boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher, no bairro de Brotas, e fez exame de corpo de delito.

O  laudo do DPT sobre esse caso, assinado pela perita médico-legal Maria Terezinha Ribeiro Machado, aponta que a mulher “sofreu agressão física com hematomas em face e membros. TC de crânio com hematoma subdural frontal à esquerda”.

O outro laudo do DPT, assinado pela perita médico-legal Janice Guimarães Damasceno, é referente a outra denúncia de agressão feita por Alex Sandra contra o humorista em 2017. Na ocasião, ela relatou ter sido agredida fisicamente por ele no dia 15 de julho. O laudo apontou “equimoses (sangramentos no tecido subcutâneo) arroxeadas em coxas, braços direito e esquerdo, edematraumático com equimose arroxeadas na região frontal”.

O advogado de Alex Sandra, Danilo Silva, disse que, agora, com a divulgação dos laudos vai pedir à Justiça a renovação da medida protetiva, que impede que o humorista se aproxime da ex-namorada. A medida cabaria em agosto.

A defesa da vendedora, formada também pelo advogado Luiz Quintella, informou ainda que vai pedir que o humorista arque com todas as despesas médicas dela, já que a vítima não possui plano de saúde.

 

Alex Sandra acusa ex-namorado, o humorista Renato Fechine, de agressão física (Foto: Alan Oliveira/ G1) Alex Sandra acusa ex-namorado, o humorista Renato Fechine, de agressão física (Foto: Alan Oliveira/ G1)

Alex Sandra acusa ex-namorado, o humorista Renato Fechine, de agressão física (Foto: Alan Oliveira/ G1)

Caso

Alex Sandra e Fechine estavam juntos há sete meses. Segundo a vendedora, durante a relação, o humorista se mostrou ciumento. A primeira agressão verbal apontada por ela teria ocorrido em julho de 2017. Depois disso, duas denúncias foram feitas à polícia, mas, em seguida, foram retiradas pela vítima. Ela diz que não conseguiu dar continuidade aos processos por medo.

No entanto, após a agressão do dia 21 de janeiro, a vendedora decidiu levar o caso para a Justiça.

Em entrevista à imprensa, Fechine negou que tenha sido o autor dos ferimentos. O humorista afirma que a vendedora se agrediu sozinha, após um surto de ciúme. Segundo Fechini, Alex Sandra teria tomado uma cartela de remédios para dormir e, em seguida, batido a cabeça na parede e usado um copo e uma garrafa de vodca para se bater.

jun
22
Posted on 22-06-2018
Filed Under (Artigos) by vitor on 22-06-2018


 

Sponholz, no Jornal da Manhã(PR)

 

jun
22
Posted on 22-06-2018
Filed Under (Artigos) by vitor on 22-06-2018
PORTAL TERRA BRASIL
Pedro Venceslau, ENVIADO ESPECIAL, e Ricardo Galhardo
 
 Líderes do PT mineiro admitem a possibilidade de o governador Fernando Pimentel, pré-candidato à reeleição, ser substituído pela presidente cassada Dilma Rousseff na disputa ao governo do Estado. A proposta é tratada nos bastidores do partido, que já fez sondagens com membros de legendas aliadas, mas sofre resistência da ex-presidente. Por ora, Dilma rejeita a ideia de assumir a candidatura a governadora. Ela é pré-candidata ao Senado.

No dia 28, Dilma terá uma reunião com as bancadas estadual e federal do PT-MG. Será a primeira grande reunião dela com o partido para falar sobre as eleições 2018. A expectativa de líderes do PT mineiro é de que o tema entre na pauta. “Nosso candidato ao governo é o Pimentel, com Dilma sendo nossa pré-candidata ao Senado, por enquanto. Vamos debatendo. O processo eleitoral é dinâmico”, disse o deputado petista Reginaldo Lopes (MG) ao Estado.

 
Ex-presidente Dilma Rousseff durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro

 
 
Ex-presidente Dilma Rousseff durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro

Foto: Reuters

Segundo o parlamentar, esse debate interno “ainda” não começou, mas a decisão final será de Pimentel. A ex-presidente mudou seu domicílio eleitoral do Rio Grande do Sul para Minas Gerais no limite do prazo legal a pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Dilma soube das articulações por meio da imprensa. Em suas redes sociais, ela rechaçou qualquer possibilidade de assumir o lugar de Pimentel, seu amigo pessoal desde a adolescência, na disputa estadual.

Sem saber que a possibilidade é cogitada por seus próprios companheiros de partido, Dilma classificou a articulação de “fake news” e atribuiu os boatos aos adversários. “Não há hipótese de eu ser candidata ao governo de Minas. É a própria fake news dos interessados em evitar uma nova derrota nas urnas, como em 2014”, escreveu a presidente cassada.

Em caráter reservado, integrantes da direção do PT mineiro disseram temer que o desgaste de Pimentel leve a sigla ao isolamento em Minas Gerais. A avaliação é de que Dilma seria uma “tábua se salvação” para o partido, já que ela estaria bem colocada nas pesquisas feitas para consumo interno.

Pimentel enfrenta desgaste tanto pelas acusações a que responde na Justiça quanto pelo desempenho do governo. Ele é réu em ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) por suposto caixa 2 na campanha de 2014. Nos últimos meses, virou alvo de setores importantes do funcionalismo, como os professores, por causa de atrasos no pagamento de salários.

O petista ainda enfrenta atritos com prefeitos mineiros, inclusive de partidos de sua base na Assembleia Legislativa, por falta de repasses aos municípios. O governador não compareceu ao 35.º Congresso da Associação Mineira de Municípios realizado nesta quarta-feira, 20, em Belo Horizonte. O nome do governador foi vaiado pelo público do evento formado por prefeitos, vice-prefeitos e vereadores quando o mestre de cerimônias anunciou sua ausência. Ele foi o único pré-candidato a faltar.

Um dia antes, Pimentel estava em São Paulo, onde almoçou com o ex-prefeito Fernando Haddad e o ex-ministro Walfrido Mares Guia em um bistrô francês no bairro dos Jardins. Segundo interlocutores, o assunto foi a eleição presidencial.

Auxiliares de Pimentel rejeitam a ideia de substituição e dizem que a possibilidade de o governador não ser candidato à reeleição é menor do que a de Dilma ser barrada na disputa ao Senado. Dirigentes petistas, no entanto, confirmam a articulação e citam o nome do empresário Josué Gomes da Silva (PR), filho do ex-vice-presidente José Alencar, como alternativa.

Palanque

Apesar de comandar a máquina estadual, Pimentel ainda não conseguiu atrair partidos grandes e médios para sua coligação. O senador Antonio Anastasia, pré-candidato do PSDB ao governo, já articulou o apoio de PPS, PSD e PSC.

No dia 26, o PTB deve anunciar oficialmente apoio ao pré-candidato tucano. Pimentel está próximo de PSDC e PMN. Procurada, a presidente do PT-MG, Maria Aparecida de Jesus, disse que Dilma vai disputar o Senado. / COLABOROU JONATHAS COTRIM

jun
22

Lewandowski desmente ‘sessão secreta’ sobre Lula

 

Ricardo Lewandowski usou a sessão de hoje do STF para desmentir o que classificou como “fake news” atribuídas a ele, informa o UOL.

De acordo com o presidente da Segunda Turma, foi divulgada a informação de que ele pretenderia realizar uma sessão secreta para julgar o recurso de Lula no dia 26.

O ministro rebateu a afirmação: “Nossas sessões são públicas. Quero dizer àqueles que divulgaram essa ‘fake news’ que eles não só não me intimidam como reforçam minha firme intenção de cumprir a Constituição e as leis do país”.

Lewandowski não explicou de onde partiu a divulgação da “notícia falsa”.

ao vivo argentina x croácia jogo copa do mundo
Dupla Rakitic e Modric comandou a seleção croata no 3 a 0 sobre time de Messi. Clive Brunskill Getty Images
  

A Argentina perdeu para a Croácia por 3 a 0 nesta quinta-feira, pela segunda rodada do Grupo D da Copa do Mundo Rússia 2018, e se complicou no Mundial. Com Messi apagado, Rebic, Modric e Rakitic fizeram os gols do passeio, que também contou com grande atuação dos dois meias. O primeiro tempo foi movimentado e ambos os times criaram excelentes oportunidades de marcar, desperdiçadas por Enzo Pérez e Mandzukic.

Os croatas construíram o 3 a 0 no segundo tempo. Em falha na saída de bola do goleiro Caballero, Rebic acertou um belo chute de cobertura e abriu o placar. A vantagem mínima já complicava a equipe de Jorge Sampaoli, que colocou Higuaín, Pavón e Dybala em busca da virada, se lançando ao ataque e deixando espaços atrás. Aproveitando esses espaços, Modric acertou um belo chute de fora da área aos 35 minutos e Rakitic, em contra-ataque nos acréscimos, só precisou rolar para o gol vazio depois de Kovacic tirar o goleiro do lance. Messi esteve sumido e pouco colaborou para reverter a situação argentina.

A situação para a Argentina, agora, se complica bastante. Com apenas um ponto, a seleção fica de olho no resultado de amanhã, entre Nigéria x Islândia, às 12h (horário de Brasília). Caso os nigerianos ganhem ou empatem, Messi e companhia podem se classificar vencendo-os na última rodada se a Islândia não ganhar da Croácia. Em caso de vitória da Islândia, o time de Sampaoli dependeria de vitória da Croácia sobre os islandeses, mesmo se vencer a Nigéria, e ainda teria que tirar a diferença no saldo de gols. A terceira rodada está marcada para o dia 26 de junho, às 15h (horário de Brasília).

  • Arquivos