Nostalgia, poesia, romantismo e fabulosa interpretação de uma preciosidade do bolero cubano.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos