Resultado de imagem para Moro no Roda Viva recorde de audiência
Moro no Roda Viva: maior audiência dos últimos 18 anos.
Resultado de imagem para PF prende coronel Lima na operação Skala
…coronel Lima e José Yunes, amigos de Temer, presos
pela PF na operação Skala.

ARTIGO DA SEMANA

Moro no Roda Viva: jornalismo reluz na entrevista do Juiz

Vitor Hugo Soares

Depois de ver e ouvir, atentamente, a participação inédita do juiz Sérgio Moro no programa “Roda Viva”, da TV Cultura, na noite de segunda-feira, 26, desliguei a TV e saí em busca de outras avaliações e repercussões, para o blog que edito na Bahia. Pessoalmente convencido de que o condutor da Lava Jato (para os sem foro privilegiado), e seus entrevistadores tinham acabado de produzir uma edição de primeira grandeza, para ficar na memória,particularmente do ponto de vista da comunicação social e de seus signos.

Um programa relevante, informativo e revelador, quanto ao conteúdo jornalístico geral, somado a preciosas projeções informativas das entrelinhas – em especial nas questões sobre o fim ou a continuidade da Lava Jato. Os fatos da semana, com as prisões de José Yunes e do coronel Lima , no bojo da operação Skala, da PF, serviram para dar maior relevo e significado à entrevista.

Em Salvador, na quinta-feira, teclava este artigo, enquanto seguia pela televisão a movimentação frenética em São Paulo e Rio de Janeiro, de agentes da PF cumprindo mandados, deste novo braço da nave-mãe de combate a corruptos e corruptores, pilotada pelo magistrado de Curitiba. A ação produzia nervosos reflexos também em Brasília e em Vitória do Espírito Santo, por onde Michel Temer, acompanhado do ministro da Fazenda, Henrique Meireles, fazia proselitismo pré-eleitoral, a propósito de inaugurar o novo aeroporto da capital dos capixabas.

Na hora, os federais já haviam cumprido determinações da procuradora – geral da República, Raquel Dodge, em meio a faniquitos, sustos e estremecimentos gerais.

Lembrei então de uma passagem emblemática do Roda Viva. O entrevistado relembra o começo da Lava Jato, e como foi “puxado o fio” da corrupção na Petrobras. “Tinha que colocar o número 6 bilhões de reais em um pôster e distribuir. É esse o tamanho do saque que foi feito na Petrobras”, disse Moro. Em seguida afirmou que a Lava Jato já andou, talvez, mais da dois terços do caminho, mas que há ainda outros “fios” importantes que precisam ser puxados . Quatro dias depois, a Skala puxa fios das negociatas no Porto de Santos.

Fatos, verdades, jornalismo. Eis, para mim, as razões básicas da entrevista desta semana na TV Cultura – que assinalou, também, a despedida do jornalista Augusto Nunes do comando do Roda Viva – ter-se tornado um marco na honrosa história do tradicional e melhor programa do gênero na nossa TV . Não descerei aqui – nem cabe – a minúcias de algo que segue ainda ardente na memória, nos debates e nas polêmicas do “contra e a favor” destes dias temerários. Só registro dados irrefutáveis: o Roda Viva que entrevistou o juiz da Lava Jato ficou acima de recordistas quatro pontos de média de audiência (contra picos de 1.5 pontos em dias normais, segundo números do Ibope) e foi o assunto mais comentado nos trendings topics mundiais do Twitter.

Um feito que abrilhanta o entrevistado e entrevistadores, além do condutor do programa e a TV Cultura. Mas fato que enaltece, acima de tudo, o bom, velho e verdadeiro jornalismo.

Viva! Boa Páscoa para todos.

 Vitor Hugo Soares é jornalista, editor do site blog Bahia em Pauta. E-mail:vitor_soares1@terra.com.br

 

Be Sociable, Share!

Comentários

Lucia Jacobina on 31 Março, 2018 at 16:37 #

Numa semana tão tumultuada e controvertida, sua argúcia jornalística teve a serenidade de escolher para comentar justo o que aconteceu de positivo no país.

Considero que a entrevista de Moro foi a oportunidade que a grande imprensa proporcionou ao expectador de olhar de frente esse cidadão brasileiro que, no exercício de uma função pública, cumpre seu dever de aplicar a lei e zelar pelo erário, encarnando aos olhos dos espectadores uma esperança para nosso país.

Você nos mostrou também ter esse momento especial coincidido com a despedida de um grande jornalista, cuja experiência profissional marcou a trajetória da imprensa consciente de seu papel fundamental de informar ao público.

Dessa forma, Vitor, com seu talento e sensibilidade de grande analista político, mais uma vez, nos mostrou que no Brasil existem homens conscientes e capazes de desempenhar seus papéis com honradez e dedicação às causas que defendem e que suas condutas são louvadas e reconhecidas pelos brasileiros, haja vista o altíssimo índice de audiência conseguido, como foi ao final destacado.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos