DO EL PAIS
PF prende José Yunes, ex-assessor de Temer
O advogado José Yunes e o presidente Michel Temer, em uma imagem de arquivo. Z. Fraissat Folhapress
Brasília

Dois homens do círculo mais próximo do presidente Michel Temer, o ex-assessor especial da Presidência José Yunes e o ex-coronel da Polícia Militar de São Paulo João Batista Lima, foram presos na manhã desta quinta-feira, 29 de março, em operação deflagrada pela Polícia Federal. O coronel Lima apareceu nas tramas de corrupção reveladas pela Operação Lava Jato, acusado de ser um intermediário do presidente. Já o advogado José Yunes pediu demissão do cargo de assessor especial da Presidência em 2016 ao ser citado na delação do ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho. Segundo o delator, parte dos 10 milhões de reais repassados em 2014 ao MDB teriam sido pagos no escritório de Yunes – fato que ele nega.

Advogado de Yunes, José Luis Oliveira Lima considerou a prisão de seu cliente ilegal e disse ser uma violência contra a cidadania. “É inaceitável a prisão de um advogado com mais de 50 anos de advocacia, que sempre que intimidado ou mesmo espontaneamente compareceu a todos os atos para colaborar”, disse Lima em nota.

Também foram presos nesta quinta-feira o empresário Antonio Celso Grecco, dono da empresa Rodrimar, que opera no porto de Santos; o ex-ministro da Agricultura e ex-deputado federal Wagner Rossi (MDB).

As prisões, confirmadas ao EL PAÍS pela Procuradoria-Geral da República (PGR), são parte da Operação Skala, deflagrada em São Paulo e no Rio de Janeiro e autorizada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF).

A Polícia Federal informou que não vai se manifestar “a respeito das diligências realizadas na presente data” por determinação do Supremo.

Colaborou Érica Saboya, de São Paulo.

Be Sociable, Share!

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 12:46 #

Falta o Chefe


Jair Santos on 29 Março, 2018 at 13:30 #

Segundo um maluco que escreve por aqui , o chefe é o Lula!!!!


Daniel on 29 Março, 2018 at 14:41 #

O curioso é que, mesmo envolvendo nomes do PMDB, todos os esquemas foram perpetrados ainda no governo sob o comando do PT (Dilma).

.
Mas é perfeitamente natural que creditemos a ladroagem brasileira – mensalão, petrolão, aparelhamento de estatais e outros tantos – à chefia de Temer…


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 14:58 #

No despacho em que pediu a prisão temporária de amigos de Michel Temer, o ministro Luis Roberto Barroso destacou uma planilha contábil no inquérito 3105/STF com a sigla MT.

De acordo com o texto do ministro, a sigla “MT” permite supor que recursos das empresas Libra, Rodrimar e Multicargo eram entregues ao “Excelentíssimo Senhor Presidente da República, Michel Temer”.


Daniel on 29 Março, 2018 at 15:23 #

Isso mostra como o Temer é corrupto. Se não fosse, não teria sido escolhido vice de Dilma duas vezes e parte integrante do esquema de rapinagem do estado brasileiro.


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 15:29 #

Por isso mesmo que o governo Dilma entrou num atoleiro e deu no que deu. Se meteu com os caciques do PMDB, dançou. Afinal, eles dão nó até em pingo de éter e ainda mostram as pontinhas. E isso vem de longe. Desde os tempos do Príncipe da Treva, o da privataria, o FHC.


Daniel on 29 Março, 2018 at 16:23 #

Aí que está a questão: o atoleiro se deu com o PMDB se aliando ao PT ou com o PT se aliando ao PMDB.

O petismo é a resposta. Representam um discurso atrasado, belicoso, populista e, no poder, só fizeram lixo.


Daniel on 29 Março, 2018 at 16:27 #

Aliás, quisera eu que o Brasil fosse realmente um país com estatais privatizadas.

Imaginem, por exemplo, se o Bahia em Pauta e o Gama Livre fossem estatais…

E entre o “príncipe da privataria” e seu sucessor “rei da corrupção” vejo que o apreço pela monarquia no Brasil segue vivo!


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 16:35 #

Nem estatais e nem manipulados por banqueiros, latifundiários, meirelles (dá no mesmo), delfins, olavos, skafis, patos amarelos, fascismos, privatistas, bolsonaros e males tais.

O rei da corrupção, o rei dos reis da corrupção é a banca, e no governo das privatarias numa só operação roubou do povo mais de três trilhões de reais.


Daniel on 29 Março, 2018 at 16:38 #

Nem por movimentos terroristas, de Boulos, Stediles, MST, bandeiras vermelhas, coletes de sindicatos, CUT, UNE e tantos outros proto fascistas!

O rei da corrupção é o único capaz de mandar na banca por tanto tempo. O único com ascendência sob todas as instituições de estado.


Daniel on 29 Março, 2018 at 16:41 #

E ironicamente, o único a ser seguido por militância e aparelhos de estado ao se dizer “perseguido” mesmo sendo condenado.


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 16:44 #

São os latifundiários e a banca que assassinam lavradores, e o MST é o terrorista?

Os reis da corrupção não mandam na banca, pois o supremo rei da corrupção é a própria banca. A banca, rei a corrupção em todo o globo terrestre, é que manda nos sub-reis da corrupção.

E é venerada, a banca, por muitos ao redor do mundo, mesmo que para eles sobrem apenas algumas migalhas. Migalhas maiores das que caem para o povo, mas não passam de migalhas.


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 16:49 #

É a banca e seus latifundiários que pulverizam agrotóxico em famílias de lavradores, mas o terrorista é o MST


Daniel on 29 Março, 2018 at 16:55 #

Não seja hipócrita. O agronegócio alimenta este país. E representa o único setora salvar a economia nacional em meio à bancarrota causada pelo petismo. Não confunda empresários do agronegócio com grileiros criminosos de regiões do Pará, por exemplo.

É fato que o movimento proto- fascista do MST – braçado armado do petismo e seus aliados – incorre em ameaças, invasões, destruição e terrorismo. E tudo isso protegido como “movimento social”.

Sobre sua ideia de banca, é uma piada. Não estamos mais no século XIX. Nestes tempos a banca é controlada por figuras asquerosas como George Soros (maior financiador mundial de organizações de esquerda radical) uma Hollywood e establishment controlados pelo partido democrata americano (esquerda) entidades globalistas que incitam o politicamente correto e o marxismo cultural (leia Gramsci e Marcuse).

O povo é sim refém desse sistema. Não pelo que você imagina, mas por ser engabelado por esse discurso perverso do “progressismo demagogo” enquanto é lobotomizado pelo discurso fácil.


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 17:09 #

Não sou hipócrita. Mais um erro de percepção de sua sua parte. Cegueira total.

A banca sempre teve, e terá, figuras asquerosas a controlando. A controlando apenas não. Como donas, proprietárias, do mundo. E compradoras de governantes, governos, mídia e tudo mais que se coloque à frente e tenha utilidade para sua acumulação de riqueza. E sempre às custas das populações.

O agronegócio alimenta as pouquíssimas empresas que controlam o setor de alimentos no mundo. E alimenta, sim, porcos americanos e europeus. A soja, por exemplo, é quase toda exportada para alimentação de porcos de países mundo afora. E quem ganha? Os latifundiários e a banca, quase que totalmente controladora dessas pouco mais de 60 empresas que controlam a produção e o comércio de alimentos no mundo.

Para não se esquecer. Não sou hipócrita


Daniel on 29 Março, 2018 at 17:19 #

O erro de percepção e a cegueira ficam por sua conta. Acompanho a questão em nível internacional e sei do que estou falando.

Como disse, a “banca” hoje, estão em outras mãos. O tal capitalista malvadão, deu espaço ao establishment controlado pelo progressismo, uma imprensa cada vez mais preocupada em ser mais ativista em menos jornalista e um mercado cultural inteiramente dominado pela militância esquerdista.

Quem se rebela contra esse sistema – o verdadeiro sistema – ou está em áreas que não se coadunam com suas pregações, seja ele empresário do agronegócio, figuras ligadas à direita e veículos verdadeiramente independentes recebem logo a pecha de “reacionários”, “latifundiários” e coisas do gênero.

Como diria o tropa de elite: o sistema é f…!

Só que, hoje, está em outras mãos!


Daniel on 29 Março, 2018 at 17:24 #

Algo me diz que teremos em breve o tal “loop” argumentativo…


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 17:34 #

Quem dá suporte ao verdadeiro terrorismo?

Petróleo e poder econômico do Estado Islâmico A relação obscura entre terrorismo e o sistema financeiro internacional

http://politicaeconomicadopetroleo.blogspot.com.br/2015/11/petroleo-e-poder-economico-do-estado.html


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 17:39 #

Sobre o santos bancos:

HSBC: um banco com passado pesado e presente sulfuroso

http://www.cadtm.org/HSBC-um-banco-com-passado-pesado-e

Como quase todos os bancos.


Daniel on 29 Março, 2018 at 17:41 #

Estado Islâmico:

1. Movimento que ganhou relevância com o leniente governo Obama;

2. Grupo muçulmano protegido pela mídia militante que sempre acusa “islamofobia” quando dizem que são responsáveis pelo atentados;

3. Como esquecer que nossa querida e empoderada Dilma disse que deveríamos “negociar” com o Estado Islâmico. Alguém apagou da memória essa preciosidade?

Resumindo: O avanço da fundamentalismo islâmico se deve MUITO ao sistema esquerdista!


Daniel on 29 Março, 2018 at 17:44 #

Quanto aos bancos, não dá pra esquecer que não houve setor mais beneficiado pelos governos de esquerda (não apenas no Brasil).

Ou devemos esquecer da relação umbilical entre petistas e banqueiros em 15 anos de poder e de exposições delinquentes como a feita pelo Santander, por exemplo…


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 17:47 #

Já acertava na mosca D. Helder Câmara, quando disse que a diferença entre um democrata e um republicano na Presidência do Estados Unidos era igual a diferença entre uma Coca e uma Pepsi.

O principal Estado terrorista
“É oficial: Os EUA são o principal Estado terrorista do mundo, e orgulhosos disso”.

http://www.gamalivre.com.br/2014/11/o-principal-estado-terrorista.html


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 17:51 #

Como diz testo publicado por aí:

A bancada ruralista vende carne podre, mata indígena, promove trabalho escravo, desmata, envenena a comida, mas bandido é o MST.

E é a pura verdade.


Taciano Lemos de Carvalho on 29 Março, 2018 at 17:52 #

Pura verdade de que os terroristas seriam a bancada. Tem a bancada e tem a banca.


Daniel on 29 Março, 2018 at 17:54 #

Interessante o Dom Helder Câmara, um dos pais da Teologia da Libertação na igreja católica. O mesmo discurso que pretende levar a luta política do comunismo para dentro da igreja. Interessante…

E sempre acho divertido quando o colega Taciano coloca seu próprio blog como fonte. hehehe


Daniel on 29 Março, 2018 at 18:11 #

Analisemos a frase da salvação:

“A bancada ruralista vende carne podre, mata indígena, promove trabalho escravo, desmata, envenena a comida, mas bandido é o MST.”

Qual bancada ruralista vende carne podre? A carne brasileira é vendida para o mundo inteiro. Não se apegue ao caso dos bandidos irmãos Batistas para generalizar em cima de todos os produtores. Vai me dizer que você prefere comprar aquela carne maravilhosa nas feiras livres, produzidas em sabe- se lá que condições?

Diga- me que onda é essa de assassinato de indígenas por proprietários rurais que eu não estou sabendo… a verdade é que os indígenas controlam mais área (per capta) do que toda a população brasileira. E muitas dessas áreas foram tomadas à força de pessoas que moravam há gerações por ali. Você quer que não haja resistência??

Gostaria que o senhor expusesse qual organização ruralista “promove” trabalho escravo. A verdade é que conheço prefeituras e entidades contratadas por instituições públicas que impõe vínculos precários aos seus funcionários, A culpa dos ruralistas?? O que dizer do MST, organização em que os chefes comandam, vivem no luxo (veja o caso do Stedile) enquanto utilizam de sua massa de manobra que dorme em acampamentos insalubres e caminham distâncias enormes para fazer o seu trabalho sujo. Isso não poderia ser enquadrado como análogo ao trabalho escravo”?

Então o desmatamento é culpa dos proprietários rurais, os mesmos que utilizam áreas para alimentar a população e gerar dividas para o Brasil?

E quanto a envenenar comida, que raios de argumento é esse? Dá pra sequer levar em consideração algo assim??

Sobre o MST não são apenas bandidos: são integrantes de um movimento que promove o terrorismo. E ligados a partidos políticos, o que é torna- o mais perigoso e degradante!


Daniel on 29 Março, 2018 at 18:13 #

*divisas


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos