Resultado de imagem para Marielle Franco protestos no Rio de Janeiro celular de marador

Resultado de imagem para Morte de Marielle e o celular


ARTIGO/OPINIÃO

                        O diabo usa celular

                                       Gilson Nogueira

Dispositivos móveis. Quem diria que esses aparelhos, que mais parecem a extensão do cérebro, fariam Marshall MacLuhan,guru de alguns alunos e alunas  que cursaram jornalismo, na Ufba, de 1968 a 1971, inaugurando o curso em quatro anos e a era da pirâmide invertida, em Salvador, fosse, agora, acima de nossas cabeças, admitir que a Internet é a extensão do diabo. Pelo menos, é o que suponho ao ler notícias de gente utilizando aparelhinhos e aparelhões que parecem fazer parte do corpo humano para matar seu semelhante. Meu deus!

Seguramente, o autor de Os Meios De Comunicação Como Extensões Do Homem,  considerado um dos grandes pensadores Século XX, “que tem sido comparado, pelo alcance e pela profundeza de suas idéias, a Spengler e Toynbee”, como está na Internet, ficaria boquiaberto com as barbaridades do mundo tribalizado que previra  e que viria a ultrapassar as previsões mais sombrias dele e de seus leitores no capítulo do direito à vida. Pois é, com o advento dos celulares e seus derivados, deu a louca no planeta. Aliás, no Universo inteiro, que não é um só, são tantos, como assinalou o gênio Stephen Hawking, antes de sua morte, a física, recentemente.

Entendo como insignificante tecer comentários sobre a parcela da população mundial que não liga para os avanços da era das notícias falsas por não possuir condições educacionais e financeiras para abrir, por exemplo, um PC, em pleno deserto do Saara, ou na caatinga braba dos arredores de Serrinha, terra hospitaleira, aliás, onde  discos voadores surgem na calada da noite e ninguém os vê. No ano passado, segundo eu soube, um deles andou provocando ventania de assustar o capeta pelos lados da Bela Vista. Nossa Senhora Santana, guardiã da cidade, que marcou minha fase de calças curtas, protege sua gente pacata.

 E aí, como entender o paradoxo maior dos dias que correm, em que o avanço extraordinário das ferramentas de comunicação entre os humanos é  desviado  para fazer o mal? O mestre, certamente, deve ter esquecido que o diabo já usava computador. E que o bicho homem, paradoxalmente, parece ter regredido. Que pena!

Gilson Nogueira, jornalista, colaborador da primeira hora do Bahia em Pauta.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos