DA VEJA

 

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Sepúlveda Pertence disse nesta terça-feira, 6, que ainda vai avaliar a estratégia para a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas adiantou que não é seu estilo ser agressivo. Criminalista, considerado um dos maiores especialistas em processo penal do Brasil, Sepúlveda disse ainda que a situação do petista é uma perseguição. “É pior, a maior (perseguição) desde Getúlio Vargas“, afirmou.

Convidado pelo advogado Cristiano Zanin Martins, responsável até aqui pela defesa de Lula, Sepúlveda disse que ainda vai conhecer o processo e combinar “com os companheiros” o que pode mudar na defesa. Ao ser comparado com Zanin e questionado se adotará também uma linha mais agressiva, Sepúlveda rebateu: “não é meu estilo”. O ex-ministro minimizou o fato de que ele vai comandar a estratégia e disse que ela será combinada com os outros advogados.

Be Sociable, Share!

Comentários

Daniel on 7 Fevereiro, 2018 at 17:45 #

Lula é perseguido, Hitler foi perseguido, Stalin foi perseguido, Mao foi perseguido, Fidel foi perseguido, Il Sung foi perseguido…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2018
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728