Resultado de imagem para Cármen Lucia faz duro discurso na abertura dos trabalhos no judiciário
Cármen Lúcia: fala firme em defesa da justiça e do cumprimento da lei

ARTIGO DA SEMANA

 

Temer, Lula, Cristiane: Caráter, um mandamento em falta

Vitor Hugo Soares

Caráter é o quarto mandamento do Decálogo do Estadista, a tábua de leis de conduta dos políticos e homens públicos, no exercício do poder, de autoria de Ulysses Guimarães – artífice do MDB e símbolo do Parlamento e das históricas lutas pelas liberdades democráticas e o respeito à Constituição e à justiça do País. Não precisa torcer o nariz, nem fazer muxoxo.  Sei que já escrevi sobre o tema neste espaço, mais de uma vez até.

Mas sou obrigado a voltar ao assunto, diante dos sinuosos e estranhos caminhos do ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva e a cúpula atual do PT , depois da sentença em segunda instância do colegiado do TFR4, e o significado disso no ano eleitoral. Nem o recolhimento do passaporte de Lula, pela PF, no dia seguinte à sentença de Porto Alegre – mesma data do líder maior do PT  ter o seu nome aclamado como postulante do partido à presidência da República na reunião da executiva nacional-, serviu de alerta . E essas atitudes deixaram no ar a sensação de “desafio” e “desacato”. E veio a reação, começando pela ministra presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, em duro discurso, na abertura dos trabalhos do Judiciário. Os índices da pesquisa Datafolha, – que exibem Lula como preferido em todos os cenários e contra todos os demais postulantes de todos os partidos, – parecem ter açulado o ânimo dos petistas no arriscado desafio à justiça e aos seus ditames. Atitude que a presidente do Supremo deixou claro “não será tolerada”.   Raquel Dodge (PGR) não foi menos incisiva.

Vale citar mais dois personagens da semana: um deles, o presidente Temer, que quanto mais fala,anda e esperneia, mais parece afundar no ambiente pantanoso que o cerca. Não descerei a detalhes aqui, Só recomendo a leitura da entrevista publicada na quarta-feira, na Folha. E que se ouça o áudio da conversa do presidente, na mesma data, com o âncora baiano Mário Kertész, (de grande audiência, local e nacional, quanto o assunto é política e poder) na sua Rádio Metrópole, de Salvador.Adianto, a quem não viu o programa, que no final, depois de repetir tudo que vem dizendo – sem fazer nenhuma autocrítica – desde o seu escandaloso diálogo com Joesley Batista (Friboi) , o comentário do mandatário quando confrontado com os índices da recusa ao seu governo e a ele próprio: “Apesar de tudo que eu fiz no meu governo, há muita gente que não vai com a minha cara, meu caro Mário”. Finalmente, o incrível vídeo-depoimento da deputada federal do PTB, Cristiane Brasil – escolhida ministra do Trabalho, postado nas redes sociais diretamente de um barco, durante farra de fim de semana no mar, com amigos descamisados , no sentido lato da expressão. Nada a acrescentar, basta ver e ouvir.

Está escrito no IV Mandamento do Decálogo de Ulysses: Caráter: “o estadista tem a posição de suas idéias, e não as idéias de sua posição . Não é um oportunista, que se serve da política em lugar de servi-la, o que só pensa nas eleições futuras e não no futuro do País. Político de caráter, é fiel – às idéias, não à carreira. Pode perder o poder, o governo, a liberdade, mas não renega as idéias, não perde a vergonha”. Isso é Caráter, mandamento que anda em faltana política e no governo do País.

Vitor Hugo Soares é jornalista, editor do site blog Bahia em Pauta. E-mail: vitor_soares1@terra.com.br

 

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2018
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728