jan
14
Postado em 14-01-2018
Arquivado em (Artigos) por vitor em 14-01-2018 00:05

Além de não ter tido crescimento real, o salário mínimo estabelecido pelo governo de Michel Temer para 2018, de R$ 954, perdeu poder de compra, retornando ao patamar de 2015.

É o que aponta um estudo realizado pelo Dieese, segundo O Globo.

Isso ocorre porque, segundo o diretor técnico Clemente Ganz Lúcio, ao conceder o reajuste, que foi de 1,81% sobre os R$ 937 que vigoraram durante 2017, o governo superestimou a desinflação do ano que encerrou.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que serve como base para cálculo do novo mínimo, ficou em 2,07% em 2017, de acordo com o jornal.

“O governo reajustou dentro do permitido, mas trabalhou da forma mais conservadora, para diminuir suas despesas. É necessário, portanto, a revisão do reajuste anunciado, de modo a devolver ao salário mínimo o poder de compra do início do ano passado, o que pressupõe o repasse integral do INPC, além da incorporação da perda de 0,10% que lhe foi imposta em janeiro de 2017”, defende Lúcio.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2018
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031