Jane Fonda
A atriz Jane Fonda em Beverly Hills, Califórnia no início do dezembro. Matt Winkelmeyer Getty Images
Los Angeles

Jane Fonda nunca pensou em chegar aos 80 anos. “Mas não voltaria à minha juventude nem por todo o dinheiro do mundo”, comentou este ano a atriz enquanto promovia em Los Angeles seu último trabalho, Nossas Noites. Dá na mesma o que ela quer. Seu encontro anual com a idade, o 21 de dezembro, está na virada da esquina e a atriz e ativista decidiu celebrar como sabe: com oito dias de festejos. Dias de festa que reconheçam as oito décadas de uma estrela na marra. Porque, como sempre diz a filha de Henry Fonda e irmã de Peter Fonda, a única razão pela qual se meteu com a carreira de intérprete foi porque a demitiram do emprego de secretária e tinha de ganhar o pão. “E como costuma acontecer com os filhos dos atores, sempre acabamos caindo no curral.” É a sua explicação do que veio depois.

Fonda nunca foi como o resto. Mais que uma intérprete, era um símbolo de independência, feminismo e empoderamento muito antes de que campanhas como #MeToo trouxessem à luz as desigualdades de gênero em uma indústria chamada Hollywood. Foi uma sex symbol em filmes como Barbarella (1975) e produtora consciente em outras fitas, como O Regresso (1978) e A Síndrome da China (1979). Como Fonda lembrou há tempos a este jornal, ela vem de uma geração em que as mulheres não podiam suar em público, algo que não a deteve na hora de se tornar a imagem mais popular da aeróbica.

A atriz Jane Fonda no desfile da L'Oreal em Paris em outubro. ampliar foto
A atriz Jane Fonda no desfile da L’Oreal em Paris em outubro. LaurentVu/SIPA LaurentVu/SIPA / Cordon Press

 

Continua se cuidando, embora não da mesma maneira. “Ando em vez de correr, e também não esquio mais, deslizo. E continuo fazendo yoga, mas muito devagar”, confessa. Uma rotina que alterna com massagens faciais, especialmente quando trabalha. Isso não lhe falta, já que à beira dos 80 a ganhadora de dois prêmios Oscar está mais presente que nunca. Este ano estreou o longa-metragem, com Robert Redford, e a série Frankie & Grace iniciará em 2018 sua quarta temporada na Netflix. Como diz, é “uma bênção” poder continuar fazendo o que agora desfruta.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2017
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031