ago
14
Postado em 14-08-2017
Arquivado em (Artigos) por vitor em 14-08-2017 00:20


Carlos Araújo e Dilma Rousseff posam com a filha Paula, em 2010 – Sérgio Néglia / Preview.com

DO G1/ O GLOBO

RIO – Em texto publicado nas redes sociais e em seu site pessoal, a ex-presidente Dilma Rousseff lamentou a morte de seu ex-marido, o ex-deputado Carlos Araújo, em virtude de complicações de uma doença pulmonar crônica, na madrugada do último sábado, aos 79 anos. Casada com Araújo por mais de 20 anos, Dilma disse ter perdido “um parceiro de vida”, que ” partiu, ontem (sábado), como viveu toda uma vida: digno, altivo, sereno, amoroso, amigo e parceiro”.

Dilma e Carlos Araújo se conheceram em 1969, quando integravam grupos de oposição à ditadura militar. Eles se casaram e acabaram presos juntos, tendo voltado para Porto Alegre após serem libertados. Em 1976, nasceu Ana Paula, única filha do relacionamento dos dois. Araújo atuava como advogado trabalhista, e foi deputado estadual pelo Rio Grande do Sul na década de 1980 pelo PDT, partido que ajudou a fundar.

Dilma destacou o histórico de militância política do ex-marido: “Foi um bravo lutador no enfrentamento da ditadura militar, que não conseguiu destruir nem sua força vital, nem seu caráter, nem sua coragem. Foi um bravo lutador no esforço pela reconstrução do trabalhismo no Brasil, missão à qual ele e muitos companheiros se dedicaram”.

Políticos de esquerda gaúchos, como a deputada federal Maria do Rosário (PT) e a deputada estadual Manuela d’Ávila (PCdoB), também lamentaram a morte de Carlos Araújo.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos