Jeane Moreau no filme de Cacá Diegues, realizado em 1973. Além da magnifica atriz e intérprete que o cinema da França, do Brasil e do mundo perdeu nesta segunda-feira, vale prestar atenção atenção na participação do ator Antonio Pitanga. Um filme visionário, diante da Alagoas e do Brasil que vemos neste começo de agosto de 2017.

ADIEU, MOREAU.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Lucia Jacobina on 1 agosto, 2017 at 19:20 #

Concordo com você, Vitor, grande amante do cinema. Acredito que dentre todas as grandes atrizes francesas, Jeanne Moreau seja a que personifica melhor a “Nouvelle Vague”. Está presente em “Jules e Jim”, de Truffaut e “Os Amantes”, de Louis Malle, dois emblemáticos momentos da cinematografia francesa no século XX. Além de personificar também a liberação feminina.
Segunda grande perda este ano para o cinema francês, com o desaparecimento de outra grande estrela, Emanuelle Riva, de “Hiroshima, meu amor”.


vitor on 1 agosto, 2017 at 19:34 #

Lúcia

Isso mesmo! Na mosca. Bahia em Pauta prepara o tapete vermelho para receber um artigo seu sobre Moreau. Combinado?


Lucia Jacobina on 1 agosto, 2017 at 21:46 #

Fique certo, Vitor,que eu não vou perder esse tapete.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos