Carlos do Carmo: plenitude interpretativa de uma obra prima da canção de Portugal. Confira.
Bravo pela escolha, Cida.

Em agradecido reconhecimento, Bahia em Pauta manda para o Rio de Janeiro, outra preciosidade de repertório do grande artista português : para este editor, uma das mais belas composições em qualquer tempo e em qualquer idioma: “Canoas do Tejo”.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Cida Torneros on 9 junho, 2017 at 8:46 #

Lindíssima a canção Canoas do Tejo!


Lucia Jacobina on 9 junho, 2017 at 14:35 #

Que maravilhosos fados vocês trouxeram hoje! Na minha opinião, Carlos do Carmo é o maior fadista de todos os tempos, levando-se em conta voz, interpretação e um repertório precioso, que inclui também “Por morrer uma andorinha”, “Partir é morrer um pouco”, “Dizer que sim à vida”, “Amor total”, “Canção grata”, “Não digam ao fado” e muitos outros mais. Bravissimo!!!!!!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos